Hospital do Câncer de Barretos inaugura unidade em Campinas (SP)

unnamed-6bglsa1

O Hospital do Câncer de Barretos inaugurou recentemente sua unidade em Campinas, o Instituto de Prevenção do Câncer. Com o objetivo de atender 300 pacientes/mês, nasce de um compromisso firmado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) no caso Basf/Shell, relativo à contaminação em Paulínia que afetou cerca de mil trabalhadores da empresa.

No Instituto serão realizados exames de papanicolau, mamografias, consultas e cirurgias de menor complexidade. O centro de diagnóstico terá centro cirúrgico com duas salas para procedimentos, consultórios, salas de coleta de papanicolau, salas para ultrassom, para exames e biópsias de mama, salas de treinamento e videoconferência, salas para realização de mamografias com equipamento digital, e sala de biópsia de mama equipada com mesa de estereotaxia.

Para funcionar, a unidade dependerá de recursos vindos do SUS, de doações e de um convênio com a Prefeitura de Campinas, que ainda está sendo negociado. Posteriormente, serão colocadas em funcionamento cinco carretas, sendo quatro destinadas a exames preventivos e uma para campanhas educativas itinerantes.

, , , , , , ,

Deixe um comentário

IRCAD America Latina agora também no Rio de Janeiro

O IRCAD, maior centro de treinamento em cirurgias minimamente invasivas, vem proporcionando o treinamento de muitos cirurgiões latino americanos em sua atual sede, em Barretos (São Paulo). Com o intuito de proporcionar ainda mais oportunidades para esses profissionais, inaugurou no dia 30 de junho outro centro de treinamento no Brasil, localizado em um complexo de hospitais na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

O novo centro de treinamento vai funcionar em conjunto com a sede em Barretos (SP), de maneira a ampliar suas especialidades no país, garantindo que ainda mais cirurgiões sejam capacitados aqui e em todo o mundo. A previsão é que mais 40% do movimento seja de médicos estrangeiros. O instituto também estabeleceu irmandade com o UnitedHealth Group. Os primeiros cursos estarão com matrículas abertas a partir do segundo semestre de 2017.

ircad

Segundo o presidente do IRCAD, Jacques Marescaux, em entrevista à revista do IRCAD, a nova unidade tem como principal objetivo maximizar o número de treinamentos na América Latina e, consequentemente, a qualidade dos tratamentos oferecidos aos pacientes, suprindo a demanda do continente, mesmo com os altos números da sede em Barretos, que acumula mais de 6 mil cirurgiões treinados. “Acho impossível que um só centro consiga treinar todos os cirurgiões do continente. Quando analisamos a perspectiva do Armando Melani (diretor científico do IRCAD) e do Henrique Prata (diretor do Hospital de Câncer de Barretos), sabemos que elas são oferecer grandes benefícios para os pacientes. Isso só é possível se possibilitarmos que os cirurgiões da América Latina tenham acesso ao que existe de mais avançado na cirurgia minimamente invasiva”, afirma Marescaux.

Segundo Armando Melani, Diretor Científico do IRCAD, das especialidades já confirmadas em breve iniciam-se no Rio de Janeiro cursos em ginecologia, como endometriose e mioma, e também áreas da cirurgia digestiva, abrangendo casos de refluxo, cirurgia bariátrica, vesícula e hérnias abdominais. Especialidades não relacionadas à cirurgia geral também estão inseridas na grade de cursos. Entre elas, as ortopédicas, radiologia intervencionista e trauma, além de outras que abrangem procedimentos como próteses e implantes. Ou seja, abordagens ainda não oferecidas em Barretos, com foco em robótica e cirurgia vascular.

O IRCAD Rio de Janeiro está localizado no Américas Medical City,  Av. Jorge Curi, 550 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/RJ

fonte: Revista IRCAD 2017

, , , , , ,

Deixe um comentário

Quais hábitos os empreendedores de sucesso cultivam? – por Richard Branson


branson

Richard Branson fala de quatro hábitos que podem ajudar a tornar o seu negócio tão sonhado em realidade – tradução e adaptação by Daniel Souza

Existem muitos hábitos cultivados pelas pessoas bem sucedidas. E, embora isso não seja garantia de sucesso para ninguém, existem sim alguns comportamentos práticos que você pode adotar para ser mais eficiente, colaborando para o seu bem estar, e, consequentemente, contribuindo para o seu negócio. Vamos a eles:

Planeje e use agenda

Elon Musk diz planejar seu dia em blocos de cinco minutos. Tudo nem que esse nível de organização não seja lá muito atraente. Mas o planejamento e o agendamento são dois dos hábitos recorrentes das pessoas bem-sucedidas. Sair da cama um pouco mais cedo e usar esse tempo de forma útil é o seu primeiro hábito novo a se desenvolver. Cada minuto é valioso, então use seu agenda do Google ou da sua rede social para otimizar cada minuto. Reduza, por exemplo, os horários das reuniões escrevendo uma agenda bem estruturada.

agenda

Distribuir em etapas grandes tarefas é uma outra maneira de manter o foco e o alto interesse pelo que está sendo realizado. Fixe o que deseja alcançar no longo prazo e dê pequenos passos em direção a esse objetivo. Use as pausas para pensar nos aprendizados e só então dê outro passo. E repita esse hábito até chegar no objetivo.

Dinheiro importa sim

A maioria dos empresários de sucesso tem uma verdadeira paixão pelo que estão fazendo. Amam identificar a necessidade de um mercado, em vez de tentar adivinhar o que os clientes querem. Investem muito tempo e recurso para descobrir o que levar a eles e só então, começam a ter ganhos. Para começo de conversa, especialistas sugerem que um empresário iniciante deva ter, pelo menos seis meses de capital antes de ver a cor do dinheiro entrando. Certifique-se de que você tem os recursos financeiros necessários. É importante testar sua ideia antes de investir todos os seus recursos. Se o teste for bem-sucedido, você pode planejar a próxima fase de crescimento do seu negócio.

Victoria Jossel e Romy Lewis começaram a Lola’s Cupcakes, com sede em Londres, em 2006. Com duas franquias e uma loja em Mayfair, começaram bem na época em que todo o Reino Unido começou a ficar louco por cupcakes. Alcançado o sucesso, venderam o negócio em 2011 para Asher Budwig, que expandiu exponencialmente. Hoje, quiosques e lojas de cupcakes podem ser vistos em estações de trem e centros comerciais em toda Londres e no Sudeste da Inglaterra. Em 2015, a Lola abriu uma loja no Japão.

Colabore e construa um bom time em torno de você

Os melhores empreendedores constroem conexões fortes, seja em parceria, seja com a equipe com quem trabalham. Isso permitirá que você se concentre no que você faz melhor, como o Steve Jobs e Steve Wozniak da Apple atestam, é preciso saber quem são as pessoas que ajudarão a tornar essas ideias realidade.

Uma vez tendo as pessoas certas, fazendo a coisa certa, não tenha medo de celebrar o sucesso. Empresários bem-sucedidos falam sobre seus sucessos e são generosos ao dar e receber a feedback, seja positivo ou negativo, sem qualquer pudor.

Manter-se bem – mental e fisicamente

Nestes dias corridos, um hábito de pessoas bem-sucedidas é demorar para ler. Isso mesmo, ler devagar e com atenção. E, além de ler sobre negócios, lêem livros, blogs, artigos de notícias e revistas de variedade por puro prazer. Uma pesquisa da Agência de Leitura do Reino Unido sugere uma série benefícios da leitura para a saúde. Segundo a pesquisa, leitores são mais saudáveis, empáticos e equilibrados mentalmente.

exercicio

Bem trabalhado o cérebro, cuide de seu corpo. Se você não gosta de academia, coloque na agenda intervalos regulares para exercícios. Dê uma volta na quadra na hora do almoço, escutando música ou podecasts. Levante-se mais cedo e faça ioga, por exemplo, ou algum exercício que te dê prazer.

E, finalmente…

Uma última dica é não ter medo de “tentar, tentar e tentar novamente”. Os empresários vêem o fracasso como parte do caminho para o sucesso e muitos dos nossos principais gurús dos negócios perderam várias vezes e começaram tudo de novo.

Richard Branson é um empresário britânico, o fundador do grupo Virgin. Seus investimentos vão da música à aviação, vestuário, biocombustíveis e até viagens aeroespaciais. Em 2014, segundo a revista Forbes, Branson é o 245.º homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em 4,9 bilhões de dólares.

, , , ,

Deixe um comentário

Fusão cria farmacêutica de R$ 1,2 bi

(Isto É Dinheiro – matéria na íntegra)

A farmacêutica Farmoquímica (grupo FQM), controlada pela argentina Roemmers, e a Divcom, do Recife, uniram seus negócios para criar uma nova companhia, com receita estimada em R$ 1,2 bilhão, apurou o Estado. Na transação, que inclui troca de ações, a Farmoquímica ficará com 80% da nova empresa e a Divcom com os 20% restantes.

A união das duas empresas tem como estratégia reforçar a posição da Farmoquímica em dermocosméticos, uma divisão de negócio que tem crescido acima de dois dígitos nos últimos anos. A operação também prevê que a Divcom deverá receber R$ 400 milhões pela venda das marcas de medicamentos, que são voltadas para a classe média baixa.

O acordo foi fechado ontem, depois de meses de negociações. Fontes de mercado afirmaram que a Divcom, que é especializada em medicamentos de apelo mais popular, como o Imecap, para tratamento capilar, já tinha sido sondada por multinacionais no passado.

med

Com sede no Rio de Janeiro, a Farmoquímica está entre as maiores empresas do setor farmacêutico no País e tem importante atuação no segmento pediátrico – um dos carros-chefes é o xarope Abrilar –, e também tem uma linha de antibióticos.

A farmacêutica também tem produto capilar no seu portfólio – o Exímia Fortalize e outros produtos vitamínicos. Procuradas, as duas companhias não retornaram os pedidos de entrevista.

Fundada nos anos 1930 no Rio, o controle do grupo FQM foi adquirido pelo grupo argentino em 2001. Desde então, a empresa foi crescendo por aquisições. Em 2009, a FQM comprou a companhia paranaense Herbarium Laboratório Botânico e, em 2013, adquiriu a SKL Pharma, de produtos funcionais, expandindo sua atuação. “A Roemmers é uma das maiores empresas da América Latina e está atenta a aquisições”, disse uma fonte a par do assunto.

Concentração

O setor farmacêutico no País, que viveu um boom de investimentos e alvo de grupos internacionais entre 2009 e 2013, deverá voltar a ser atrativo, diz Nelson Mussolini, presidente executivo do Sindicato da Indústria Farmacêutica do Estado de São Paulo (Sindusfarma). “Há espaço para novos negócios e os fundos de investimentos voltaram a olhar o setor novamente”, disse.

No ano passado, o faturamento do setor somou cerca de R$ 55 bilhões, um crescimento de 11% em relação ao ano anterior. Neste ano, Mussolini espera um crescimento menor, de cerca de 8%.

O setor de saúde é um dos que mais crescem no País e está mais alheio à crise econômica. Segundo fontes, a farmacêutica Biotoscana, que tem o fundo Advent como principal acionista, está se preparando para abrir seu capital na Bolsa.

O Advent também é apontado como o favorito para comprar a Teuto, divisão de genéricos que pertence ao grupo americano Pfizer e que foi colocada à venda, conforme informou o Estado em janeiro.

A farmacêutica nacional Theraskin, especializada em dermocosméticos, também tem sido alvo de multinacionais, mas as negociações ainda não avançaram, segundo fontes.

, , , ,

Deixe um comentário

Mudanças sim, mudar não

Simples e efetivo puxão de orelha de Ricardo Amorim. Por isso a matéria foi transposta na íntegra de seu blog no Linked In.

____________________________________________________________________

Amorim

Todos querem que a corrupção acabe… todos menos os corruptos.

Todos sabem que o foro privilegiado e a indicação política dos juízes do STF não podem continuar…todos menos os que se protegem com isso.

Todos acham as regras previdenciárias de políticos, juízes e militares absurdas… menos políticos, juízes e militares.

Todos acham inaceitável que servidores públicos tenham um regime previdenciário muito mais generoso que os outros…todos menos os servidores públicos e seus familiares.

Todos querem reformar a Previdência de políticos, juízes, militares e servidores públicos mas reformar o INSS, que só no ano passado precisou de R$150 bilhões, que poderiam ter ido para educação, saúde ou segurança, para complementar os benefícios que as contribuições não cobriram, nem pensar.

Todos de acordo que a dívida das grandes empresas com o INSS têm de ser cobradas, mas muitos atrasados nos pagamentos de suas próprias dívidas.

Todos descontentes com a educação, mas ninguém chocado que o governo brasileiro direcione nove vezes mais recursos per capita para gastos previdenciários do que para a educação de nossas crianças.

Todos querem menos impostos, produtos mais baratos e salários maiores, mas ninguém quer que o governo reduza seus gastos para que os imposto possam cair para que isso aconteça.

Todos de acordo que algo radical tem de ser feito para reverter o crescimento da informalidade e do desemprego, que deixou dezenas de milhões de brasileiros sem condições de sustentar suas famílias. Algo radical menos reformar a CLT para que as empresas contratem mais e menos gente trabalhe na informalidade, sem direitos trabalhistas efetivos.

Em meio aos escândalos bilionários de corrupção que não param de emergir, é compreensível a revolta da população e a impressão de que se eliminássemos a corrupção, os outros problemas brasileiros desapareceriam.

Infelizmente, a corrupção não será eliminada, sequer reduzida substancialmente, sem que nos mobilizemos para que os corruptos sejam exemplarmente punidos. Os corruptos sempre estarão organizados para que isto não aconteça. Além disso, se a corrupção for eliminada, os demais problemas brasileiros serão reduzidos, mas nenhum deles será eliminado. Temos de trabalhar para resolver cada um deles também.

Sabendo que as mudanças não vão acontecer se não mudarmos também, fica a pergunta: você quer mudanças, mas está disposto a mudar?

Ricardo Amorim, autor do bestseller Depois da Tempestade, apresentador do Manhattan Connection da Globonews, o economista mais influente do Brasil segundo a revista Forbes, o brasileiro mais influente no LinkedIn, único brasileiro entre os melhores palestrantes mundiais do Speakers Corner e ganhador do prêmio Os + Admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças.

, , ,

Deixe um comentário

Não perca tempo odiando alguém – por Richard Branson

tradução e adaptação por Daniel Souza

Richard Branson

Um dia antes de completar 45 anos e sofrendo com um câncer de mama, Regina Brett escreveu uma coluna intitulada: “45 Lições que a vida me ensinou”. Desde então, suas descobertas correram o mundo, compartilhadas por e-mail, a tal ponto que um deles recentemente veio parar na minha caixa de entrada, graças ao meu sábio tio Charlie. E, sensibilizado pelas lições de vida de Regina, queria compartilhar aquelas que mais me impactaram.

A vida nem sempre é suave, obvio. E muitas vezes encontramos pessoas que nos prejudicam ou tentam nos derrubar. Qualquer empresário, e eu me incluo nisso, tem histórias de traição ou sabotagem, onde o primeiro sentimento experimentado normalmente é o de abandono e desprezo. Mas estamos cansados de saber que ninguém é perfeito, todos cometemos erros. Como Regina escreve: “A vida é muito curta para perder tempo odiando alguém. Não importa a situação, o perdão é a melhor resposta”.

Minha vida e minha carreira poderiam ter sido muito diferentes se eu não tivesse escolhido perdoar um dos meus primeiros parceiros de negócios. Perdoá-lo foi uma das melhores decisões que tomei. Eu preservei um grande amigo. Ele se tornou uma pessoa mais feliz no trabalho e na vida, e retomou a confiança para, juntos, alavancarmos a Virgin. O perdão nos trouxe paz e sucesso.

Não desperdice o pouco tempo que você tem na Terra odiando alguém – esse ódio vai te consumir, e não vai parar por aí. Você se torna amargo e acaba por odiar a sua própria vida. Como Regina também escreve, devemos “Perdoar tudo e todos”. Se você tiver um desentendimento com uma pessoa, chame para uma conversa. Normalmente assumimos que o outro é o culpado, mas dê a ele o benefício da dúvida.

Ninguém faz tudo certo da primeira vez. Aprendemos como nossos erros, é isso que nos define vida afora. Todos merecem evoluir e o perdão é o caminho mais curto. Tantas coisas podem ser aprendidas com os pensamentos de Regina…

(Richard Branson – empresário e investidor britânico. Dono do Virgin Group). Para acessar a matéria original clique AQUI. 

, , , ,

Deixe um comentário

Merck transfere promoção de produtos maduros para Life Farmacêutica

(matéria na íntegra site SaúdeBusiness – 24 de abril de 2017)

A farmacêutica alemã Merck, uma das líderes globais no desenvolvimento produção e comercialização de medicamentos em operação no país, transferiu a promoção médica de cinco produtos consagrados da Urologia e Psiquiatria para a Life Farmacêutica. Os produtos são: o Mesidox® (mesilato de doxazosina), o Flaxin® (finasterida), o Clindal AZ® (azitromicina di-hidratada), o Floxocip® (cloridrato de ciprofloxacino) e o Psiquial® (fluoxetina).

lap

O mercado destes medicamentos movimentou entre março de 2016 a fevereiro de 2017 R$549 milhões. Em volume, as vendas somadas chegaram 40,8 milhões de unidades. As informações são do IMS Health. O contrato com a Life Farmacêutica tem como objetivo ampliar em 20% a participação da Merck nestes mercados. A operação projeta a visita em mais de 5 mil consultórios médicos em todo país.  A terceirização do marketing farmacêutico tem sido uma tendência. O objetivo das grandes companhias é concentrar todos os seus esforços e recursos nos produtos inovadores.

A Life Farmacêutica faz parte da Life Grupo – holding controlada por Mario Grieco, ex-homem forte da Bristol- Myers Squibb e Pfizer no Brasil. A empresa é pioneira no brasil em promoção farmacêutica, negócio até então disputado por multinacionais. entre os grandes players do setor. O objetivo é concentrar todos os seus esforços e recursos nos produtos inovadores.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: