UnitedHealth: Edson Bueno continuará no comando da Amil

Para vice-presidente executivo da multinacional, Simon Stevens, Brasil representa importantes oportunidades de negócios. Empresa fatura US$ 110,6 bi e possui 86 milhões de beneficiários

“Obviamente queremos que o Edson continue no comando para que a Amil mantenha sua posição de liderança no Brasil”, afirma o vice-Stevenspresidente executivo da UnitedHealth Group, Simon Stevens, durante o 18° Congresso Abramge (Associação Brasileira de Medicina de Grupo). A gigante norte-americana comprou a operadora brasileira no final do ano passado e o fundador da Amil, Edson de Godoy Bueno, e sua sócia Dulce Pugliese continuaram a ter participação remanescente de 10% na companhia.

Com um faturamento de US$ 110,6 bilhões, registrado em 2012, e 86 milhões de beneficiários em 123 países, a UnitedHealth vê no Brasil importantes oportunidades tanto de negócios como de aprendizado. Para Stevens, o Brasil tem a ensinar com sua forte regulamentação, fator “fundamental para os investimentos internacionais”, pontua. Para o diretor técnico da Amil, Antonio Jorge Kropf, a United agrega em maior volume, mais experiência e importante expertise em Tecnologia da Informação (TI).

Para se ter uma ideia, a companhia administra os registros de saúde de mais de 24 milhões de pessoas, gerencia mais de 80 bilhões de transações de saúde a cada ano e processa mais de 500 milhões de prescrições médicas por ano.

Em sua explanação durante o evento, Stevens apenas mostrou as conhecidas tendências que desafiam o setor como o envelhecimento da população, o aumento dos crônicos e os altos custos tecnológicos; e pontuou alguns caminhos rumo à transformação. Alguns exemplos foram:

-Reforma no sistema de pagamento “fee for service”, ou seja, consolidar incentivos que valorizem a qualidade do serviço e não a quantidade;
-Maior engajamento da Saúde Suplementar em projetos governamentais
-Implantação de programas de prevenção e promoção à saúde dos pacientes, os aproximando das instituições de saúde, promovendo maior conhecimento e poder de escolha;
-Investimentos em cuidados personalizados, tendo em vista o avanço da genética e dos registros eletrônicos de saúde.

Edson Bueno - segue no comando da AMIL

Edson Bueno – segue no comando da AMIL

POR DENTRO DAS EMPRESAS

Amil
Fundação: 1978, no Rio de Janeiro
Faturamento líquido em 2012: R$ 9,8 bilhões
Lucro líquido em 2012: R$ 178,8 milhões
Beneficiários: 6,2 milhões no Brasil

UnitedHealth
Fundação: 1977, nos EUA
Faturamento em 2012: US$ 110,6 bilhões
Lucro com operações: US$ 9,3 bilhões
Beneficiários: mais de 86 milhões no mundo
5.900 hospitais
850.000 prestadores de serviços

fonte: Saúde Web, matéria na íntegra

, , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: