Arquivo de novembro \27\UTC 2013

Roche anuncia novo presidente para o Brasil

O alemão Rolf Hoenger será o novo líder da divisão farmacêutica da companhia no país a partir do ano que vem

(fonte: Exame.com – por Paula Bezerra, matéria na íntegra)

São Paulo – A Roche Brasil anunciou, nesta segunda-feira, uma mudança na presidência da divisão farmacêutica da empresa no Brasil. Em 2014, quem estará à frente do cargo será o alemão Rolf Hoenger. De acordo com comunicado oficial da companhia, a substituição foi realizada, pois Adriano Treve, que ocupa o cargo desde 2008, irá liderar a Roche Turquia.

Rolf Hoeger - após passar pela Colômbia, Perú e Equador, assume a Prêsidencia no Brasil no Brasil

Rolf Hoeger – após passar pela Colômbia, Perú e Equador, assume a Presidência no Brasil

Rolf Hoenger atua no grupo há 20 anos e já presidiu as filiais no Peru, Colômbia e Equador. Formado em economia pela University of St. Gallen, na Suiça, atualmente, o executivo é diretor comercial de desenvolvimento para a região da América Latina.

Dança das cadeiras

Em setembro, a empresa anunciou a vinda do presidente-executivo da Deutsche Lufthansa, Christoph Franz, para suceder Franz Humer como presidente do conselho da companhia.

A mudança estava prevista desde março, já que Humer anunciou, na época, que planejava se aposentar. A escolha, no entanto, gerou polêmica, pois a família Roche tinha expressado preferência por um candidato interno.

, , , , ,

Deixe um comentário

Ficção é bom pra você

ImagemEstimular ou não as crianças a irem fundo no mundo dos livros e filmes de ficção? Assistir a um filme faz mais bem do que mal? E quanto a nós, adultos? Se faz bem, em quais circunstâncias?

Perguntas como estas sempre surgem e os pesquisadores da Universidade de Toronto, Keith Oatley, Maja Djikic e Raymond Mar estudaram pra nos dar uma resposta. Conduziram um estudo que mostra que a ficção é sim um benefício para todos nós. Mas de que forma?

A ficção estimula áreas do nosso cérebro responsáveis pela compreensão da humanidade e suas diferenças. Com o acesso à livros e filmes de ficção podemos melhorar aspectos como empatia e entendimento da realidade alheia sobre diversas perspectivas.  Foram realizados exames de ressonância magnética em 252 participantes do estudo. Oatley observou-os durante a leitura de um romance e identificou a ativação do córtex pré-frontal, sempre que o personagem do romance estava para tomar uma decisão importante. A área ativada era justamente a responsável pela tomada de decisões. Segundo Oatley, para o cérebro a ficção não deixa de ser uma simulação da realidade (ou sonho), ideia defendida e trabalhada por Shakespeare em seu remoto tempo.

Imagem

Keith Oatley – sim, a ficção estimula a tomada de decisões importantes

Mais do que mera distração, o Dr. Oatley afirma que a ficção pode sim ajudar administradores a tomarem decisões melhores e, desta forma, sendo mais eficientes em suas atividades de maior complexidade.

fonte: huffingtonpost e Época Negócios

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Anvisa determina recolhimento de produto da Baxter para hemofílicos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou hoje o recolhimento de um lote de fator 8 plasmático, usado por pessoas com hemofilia. Segundo a agência, o lote THL11273AA do medicamento HEMOFIL M concentrado de fator 8 250UI, da empresa Baxter, com validade até fevereiro de 2014, apresentou “resultado insatisfatório no ensaio de inspeção visual”.

baxter Leia o resto deste post »

, , , ,

1 comentário

Nova farmacêutica disputará mercado de R$ 15 bilhões

A MIP Brasil Farma, de Omilton Visconde Jr., estreou na semana passada com planos de faturar até R$ 70 milhões em três anos

Mônica Scaramuzzo – O Estado de S.Paulo

MIP brasilPensar pequeno não faz parte da cartilha de Omilton Visconde Júnior. Tradicional empresário do setor farmacêutico, ele tem um talento nato para transformar seus negócios em grandes fortunas. Assim foi com a Biossintética, laboratório criado por seu pai nos anos 80 e vendido em 2005 para o grupo Aché. O mesmo aconteceu quando ele próprio criou a Segmenta, uma pequena empresa produtora de soros, que depois foi vendida a peso de ouro para a Eurofarma, e a Prevsaúde, companhia de gestão de benefícios de medicamentos, uma das pioneiras no País, que foi parar nas mãos da Orizon, do grupo Visanet.

Agora, a nova aposta do empresário é a MIP Brasil Farma. A recém-criada farmacêutica está em operação desde a semana passada para atuar no segmento de medicamentos isentos de prescrição, um polpudo mercado que movimentou cerca de R$ 15 bilhões no ano passado. Para comandar a companhia, Visconde Jr. chamou Wolney Alonso, executivo com 20 anos de experiência no setor e seu sócio de longa data em alguns de seus empreendimentos, como a Segmenta e a Entregga, consultoria voltada para a área de saúde.

Leia o resto deste post »

, , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

São Camilo Itú (SP) em melhoria contínua. A comunidade agradece

Wagner e Marconi

Wagner Mota (Gerente Comercial Só Química) demonstra o novo DS2 para Marconi Freitas (Supervisor de Hotelaria Hospitalar do São Camilo de Itú)

A Santa Casa de Itú, fundada em 1840, desde 2009 integra o Grupo São Camilo e foi rebatizada como Hospital São Camilo Itú. Com 85% dos atendimentos direcionados para o SUS, passa por constantes reformulações administrativas e prediais com o intuito de melhorar constantemente suas instalações e processos. Sendo hospital geral e maternidade, fornece à comunidade mais de 40 especialidades médicas, 175 leitos, 14 mil atendimentos ambulatoriais, uma média de 590 cirurgias e 185 partos por mês.

A desinfecção hospitalar é um dos temas de maior atenção para o São Camilo Itú. O hospital investe pesado no cuidado e na melhoria contínua dos processos nesta área. Daniel Souza, Alessandra Rincon (ACS & Rincon Medical) e Wagner Mota (Só Química) estiveram no hospital para fazer o acompanhamento do uso e manutenção do novíssimo equipamento DS2 (sistema gerador de produto pronto uso) para os produtos Peresal® e Incidin®, ambos fabricados pela Henkel e distribuídos no Interior de São Paulo pela Só Química. O sistema gerador de produto pronto uso DS2 garante mais agilidade e segurança para os encarregados da manipulação e aplicação direta dos produtos.

O Peresal® é um desinfetante de alto nivel ( conforme classificação da RDC Nº 15 – Anvisa ) à base de ácido peracético especialmente indicado para a limpeza e desinfecção de artigos críticos, semicríticos e não críticos. Devido à característica de sua composição e excelente compatibilidade com materiais (muito superior ao de produtos à base de cloro), o Peresal® pode ser utilizado com grandes vantagens na desinfecção de materiais utilizados no dia a dia de um Hospital. E o Incidin®, a base de glucoprotamina, desinfeta e limpa simultaneamente, em nível intermediário, superfícies, equipamentos e instrumentais médicos em áreas críticas e semi-críticas. Por ter um PH equilibrado, pode ser utilizado tanto para a desinfecção de um teclado de computador a até a limpeza de uma incubadora ou Arco-C, sem risco de deterioração ou ressecamento.

alesssandra sao camilo

Alessandra Rincon (Representante Comercial Só Química) instala o DS2 – qualidade e confiança.

A instalação do equipamento DS2 foi acompanhada de perto por Marconi Freitas, Supervisor de Hotelaria Hospitalar, recentemente incorporado à Gerência e vindo de outra unidade do Hospital São Camilo na cidade de São Paulo.

A proximidade e sintonia por parte da Só Química com a equipe de CCIH, Hotelaria e Suprimentos do Hospital é essencial para o sucesso absoluto nos processos de desinfecção de críticos, semi-críticos e não críticos. Por isso estar em constante contato, garantir bom atendimento e treinamentos de todos os envolvidos é o compromisso da Só Química com o Hospital São Camilo Itú.

Observação:

O sistema gerador de produto pronto uso DS2 é de fabricação da Profilática (veja site aqui) e os produtos Peresal® e Incidin® são fabricados pela Henkel/Ecolab (veja site aqui)

, , , , , ,

Deixe um comentário

Padilha anuncia incentivo de 50% para santas casas

Incentivos pagos por atendimentos de média e alta complexidade subirão de 25% para 50%. Santas casas e filantrópicas respondem por 41% das internações no SUS

O Ministério da Saúde anunciou na quinta-feira (31) medidas de fortalecimento para as santas casas e hospitais filantrópicos do País, responsáveis por 41% das internações do Sistema Único de Saúde (SUS). O governo quer ampliar o atendimento de pacientes do SUS nessas instituições.

Será ampliado de 25% para 50% o incentivo pago às santas casas e entidades filantrópicas pelos atendimentos de média e alta complexidade, como exames e cirurgias. O incentivo é um bônus pago sobre o valor total do procedimento médico. O bônus vai direcionar R$ 1,7 bilhão para as instituições em 2014.

tn_620_600_santa_casa_110213 Leia o resto deste post »

, , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: