Arquivo de 3 janeiro, 2014

Energia renovável pelas mãos de Isaac Newton

Empresa gaúcha é pioneira ao buscar gerar energia através da gravidade

(por Celso Renato V. dos Santos, Engenheiro Mecânico responsável pelo laboratório de eletromecânica do Hospital São Lucas – PUC/RS)

Sistema Mecânico desenvolvido no Brasil pode mudar a concepção de energia renovável no mundo.

Sistema Mecânico desenvolvido no Brasil pode mudar a concepção de energia renovável no mundo.

rar 2

Em meados de outubro de 2012, a empresa gaúcha RAR Energia concluiu a construção de um equipamento que pode mudar a maneira como geramos energia no mundo. Depois de passar meses divulgando anúncios misteriosos em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro, a companhia revelou aos poucos o processo de montagem do motor com gerador que utilizaria a força da gravidade para criar energia renovável. A empresa explica que a partir do sistema de moto-contínuo é possível aproveitar uma fonte inesgotável para criar energia sem que haja poluição no ambiente ou o aumento da temperatura do planeta. De acordo com o site da RAR Energia, esse é o primeiro equipamento com esse tipo de tecnologia no mundo. Leia o resto deste post »

, , , , , , ,

1 comentário

Entra em vigor ampliação da cobertura de planos de saúde

Planos passam a cobrir o custo de 87 procedimentos, incluindo 37 medicamentos orais contra o câncer

Entra em vigor hoje (2) a ampliação da cobertura obrigatória para beneficiários de planos de saúde, que inclui 37 medicamentos orais para tratamento domiciliar de câncer, além de 50 novos procedimentos como exames, consultas e cirurgias. As mudanças foram anunciadas em outubro pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

planos s

É a primeira vez que os planos de saúde terão que cobrir os custos com medicamentos via oral para o tratamento do câncer em casa. Com essa inclusão, passam a ser ofertados remédios para o tratamento de tumores de grande prevalência na população como estômago, fígado, intestino, rim, testículo, mama, útero e ovário. De acordo com a ANS, a forma de distribuição desses medicamentos ficará a cargo de cada operadora de plano de saúde. Leia o resto deste post »

, , , , , , ,

1 comentário

%d blogueiros gostam disto: