Arquivo de junho \19\UTC 2014

Indústria farmacêutica e médica têm cartilha para usar redes sociais

A agência americana FDA (Food and Drug Adminstration) ‘acordou’ para a social media e sugeriu, redes sociais
finalmente, práticas para as empresas interagirem com os consumidores

A agência americana responsável por regulamentar a indústria farmacêutica e média, Food and Drug Administration (FDA) acordou para as redes sociais e liberou uma cartilha de práticas como sugestão para que as fabricantes de produtos farmacêuticos e médicos possam usar a social media para fazer o marketing de seus produtos ou criar um canal de comunicação para esclarecer informação incorreta ou inadequada sobre seus produtos que possa ter sido divulgada na web.

Segundo o jornalista Erik Sass, autor do blog The Social Graf, “as regras foram divulgadas como ‘rascunhos’ portanto como referência não oficial por hora, o que não obriga a FDA a se responsabilizar por elas e também pode gerar mudanças”. A cartilha tem 18 páginas e pode ser baixada por esse link.

As regras de marketing divulgadas pela FDA reconhecem por exemplo que, ao contrário de jornais e revistas que têm espaços maiores para publicidade, redes sociais como Facebook e Twitter oferecem espaço limitado para explicar detalhadamente um produto ou mesmo publicar aquelas informações em letras beeem pequenas.

Mas a agência enfatiza que os profissionais de marketing dessas companhias estão submissos às regras preexistentes que regulam mensagens promocionais, incluindo informes sobre riscos, benefícios e outras indicações específicas ligadas aos produtos. Nesse caso, todo tweet, post no Facebook ou outro tipo de informe em social media terá obrigatoriamente que incluir, por exemplo, dados sobre o risco do produto.

Sempre que possível, informações sobre riscos de uso dos produtos precisam ganhar um destaque especial e, se não houver espaço para todos os riscos, o mais sério precisa ser priorizado. Além disso, em todos os casos, a empresa precisa acompanhar o post de um link que remeta a uma página com informes completos.

Segundo Sass, a FDA não se importa se a empresa decidir encurtar a URL (ufa!), mas recomenda que o link seja parecido com “www.product.com/risk”. E, se o produto tiver uma lista de informes consideravelmente grande, a FDA sugere que a companhia “jogue a toalha” e use outro tipo de mídia para promove-lo.

No caso de correção de má informação ou dados incorretos publicados em sites terceiros (numa Wikipedia, por exemplo, ou em um forum de discussão), a FDA entende que as regras do site podem impedir a empresa de ocupar todo o espaço necessário para colocar os informes habituais do produto.

Nesses casos, se a fabricante não foi responsável pela publicação original, ela não é obrigada a publicar todos os detalhes técnicos e legais, limitando-se a publicar um texto que corrija o erro e identificando-se como a fonte da correção e não tirando vantagem da situação para fazer marketing de produto.

Fonte: Dikajob

, , , ,

Deixe um comentário

Medtronic compra Covidien

A fabricante norte-americmedana de aparelhos médicos Medtronic anunciou um acordo para comprar a competidora irlandesa Covidien em uma operação de US$ 42,9 bilhões. A transação envolve caixa e ações.

A fusão das empresas terá o escritório executivo em Dublin, onde ela pode se beneficiar de impostos mais baixos, mas continuará a operar em Minneapolis, onde a Medtronic emprega mais de 8 mil pessoas.

A norte-americana ofereceu um prêmio de 29% sobre o preço de fechamento de sexta-feira das ações da Covidien.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe um comentário

Santa Casa de Lorena (SP) – referência em saúde

A IRMANDADE SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE LORENA, como todas as Santas Casas, é uma Instituição filantrópica de direito privado e sem fins lucrativos. Tem como missão prestar assistência médico-hospitalar à comunidade local que compreende não só Lorena como também outras cidades como Piquete, Guaratinguetá, Aparecida, Cachoeira Paulista, Cruzeiro e outras.

sat acasa de lorena

Fundada em 01 de dezembro de 1867 pelo então Conde de Moreira Lima, a Santa Casa vem passando por profundas e aceleradas transformações ao longo dos últimos anos, com o objetivo de tornar-se hospital de referência na região. E está conseguindo – de acordo com o atual Diretor Geral, Antônio Carlos Fabreti, o hospital, atualmente com 150 leitos, entrará 2015 com 200 leitos e diversos novos setores já estão em pleno funcionamento, tais como: Pronto Atendimento de convênios e pacientes particulares, consultórios médicos, serviço de Endoscopia/Colonoscopia e todos os exames cardiológicos (Mapa, dopler, holter, etc). O setor de Hemodinâmica inicia suas atividades em julho de 2014, com equipe capacitada inclusive para cirurgias cardíacas.

O Hospital não tem poupado esforços para fornecer tudo do bom e do melhor para médicos, funcionários e pacientes. Tanto no SUS quanto nos convênios a hotelaria é de primeiríssima linha e, como exemplo de investimento em tecnologia de ponta, mais recentemente, a Endoscopia foi equipada com endoscópios e colonoscópios de última geração da empresa Pentax Medical (foto), referência mundial em tecnologia de equipamentos para endoscopia e colonoscopia. A escolha se deu devido à reconhecida  qualidade e confiabilidade destes equipamentos.

mari e fabreti

Fabreti reforça que a Diretoria trabalha sem descanso para trazer incentivos que possibilitem a efetivação do plano de transformação da Santa Casa em importante referência em saúde para o Interior estado de São Paulo. E tudo isso sem deixar de atender aos mais necessitados, mesmo com todas as dificuldades e desafios inerentes a uma instituição com essa finalidade. Parabéns ao Fabreti e sua equipe.

acomodações

 

, , , , ,

Deixe um comentário

1o. Gastro Vale em São José dos Campos – sucesso absoluto

Endoscopistas e Cirurgiões de diversas cidades do Vale do Paraíba (SP) tiveram a oportunidade de participar do 1º Gastro Vale, um evento ocorrido no dia 31 de maio de 2014, no Hotel Novotel São José dos Campos. O encontro, sob a coordenação dos Médicos-Endoscopistas Dr. Walter Lopes, Dr. Anderson Freitas da Silva e Dr. Gustavo Brazuna, contou com a presença de 33 médicos para debate dos seguintes temas:

  • Lesões planas do cólon e do reto , apresentado pelo Doutor Luís Maruta, Chefe do serviço de endoscopia do Hospital Universitário da USP e Endoscopista nos hospitais Santa Cruz e Albert Einstein/SP
  • Sangramento Digestivo no paciente hepatopata, tema apresentado pelo Professor Doutor Alberto Faria, Professor Associado e Livre-docente em Hepatologia pela FMUSP/SP e Coordenador Clínico do programa de transplante hepático do HC/SP.

gastro vale 2

A diversidade de expertises médicas e a discussão realizada em ambiente informal e dinâmico proporcionaram uma manhã de intensa troca de experiências e discussões de casos clínicos. O Gastro Vale teve, em sua primeira edição, adesão considerada excepcional, dadas às dificuldades normais envolvidas na elaboração de um evento como este. Um mérito dos idealizadores, Doutor Walter Lopes, Doutor Gustavo Brazuna e Doutor Anderson Freitas da Silva, preocupados em proporcionar um momento pontual para que os profissionais de endoscopia e cirurgia digestiva possa sentar e conversar sobre casos complexos. Este é um evento feito POR médicos e PARA médicos, o que confere ao Gastro Vale pertinência e legitimidade.

O evento teve o apoio científico das empresas Boston Scientific, Abbvie e Pentax Medical e o apoio institucional da SOBED e da Associação Paulista de Medicina (São José dos Campos).

gastro vale 3

gastrovale 4

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: