Cade aprova compra da farmacêutica Shire pela Abbvie

A farmacêutica americana Abbvie obteve aprovação da autoridade brasileira antitruste para a compra da Shire, companhia sediada na Irlanda. Anunciada em julho e submetida a entidades de diversos países, a operação foi aprovada no Brasil, onde ambas atuam, sem qualquer restrição, informou a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em despacho no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira.

shireO valor do negócio equivale  a R$ 121 bilhões, segundo a documentação entregue à autarquia. Ambas são empresas globais  de pesquisa biofarmacêutica. Entre produtos da Abbvie vendidos no Brasil estão o Norvir e o Kaletra, usados por pessoas infectadas por vírus da Aids. Mais especializada em neurociência e doenças raras, a Shire também tem medicamentos comercializados no país, como o Venvanse, para tratamento de déficit de atenção, e o Firazyr, para portadores de angioedema hereditário.

A farmacêutica americana Abbvie obteve aprovação da autoridade brasileira antitruste para a compra da Shire, companhia sediada na Irlanda. Anunciada em julho e submetida a entidades de diversos países, a operação foi aprovada no Brasil, onde ambas atuam, sem qualquer restrição, informou a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em despacho no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira.

O valor do negócio equivale  a R$ 121 bilhões, segundo a documentação entregue à autarquia. Ambas são empresas globais  de pesquisa biofarmacêutica. Entre produtos da Abbvie vendidos no Brasil estão o Norvir e o Kaletra, usados por pessoas infectadas por vírus da Aids. Mais especializada em neurociência e doenças raras, a Shire também tem medicamentos comercializados no país, como o Venvanse, para tratamento de déficit de atenção, e o Firazyr, para portadores de angioedema hereditário.

fonte:Valor Econômico

, , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: