Arquivo de janeiro \14\UTC 2015

Unimed Nordeste/RS inaugura Central de Curativos

Buscando oferecer um melhor atendimento e desobstruir e reduzir esperas no PA Central, a Unimed NERS/Caxias do Sul/RS, abriu ao público em 13 de janeiro um espaço específico para realizar curativos. A iniciativa visa a proporcionar um atendimento rápido e eficiente, além de diminuir o tempo de espera no Pronto-Atendimento central. A Unimed investirá também na modernização do seu espaço do PA, de acordo com o cronograma de obras da expansão do Hospital Unimed que estará em andamento em breve.unimed

De acordo com Lilian Krejci, coordenadora de PAS e SOS da Unimed, ao todo nove pessoas atuarão na Central de Curativos. O local trará ainda novas opções de curativos mais duradouros, possibilitando aos pacientes um espaço maior de tempo para que precisem voltar e realizar outros procedimentos. “Basta chegar ao local e fazer os curativos. Precisarão ser agendados apenas procedimentos mais demorados e que demandem a presença de médicos, como queimaduras e doenças crônicas.” Leia o resto deste post »

, , , ,

Deixe um comentário

Faculdade de Odontologia de Baurú desenvolve maca para crianças

Fob/Faculdade de Odontologia de Baurú desenvolve protótipo ergonômico de macamaca infantil multifuncional (Valéria Dias / Agência USP de Notícias)

Um protótipo de uma maca infantil multifuncional para atendimento odontológico, médico e hospitalar exclusivo para bebês e crianças de até cinco anos de idade foi desenvolvido na disciplina de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP. “Com design totalmente ergonômico e repleta de componentes lúdicos, o projeto contempla tanto a condição postural dos profissionais de saúde (odontontopediatras, pediatras), como também contribui significativamente para a melhoria da qualidade de vida e humanização dos usuários destes sistemas, durante o atendimento”, informa a autora do projeto, a designer e professora universitária Susy Nazaré Silva Ribeiro Amantini. O projeto é inédito e está em processo de obtenção da patente.

A pesquisa está descrita na tese de doutorado Desenvolvimento da maca infantil multifuncional para atendimento odonto-médico-hospitalar de bebês e pré-escolares, defendida por Susy em fevereiro de 2014 na FOB, sob a orientação da docente Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, professora titular da Odontopediatria e atual diretora da FOB. Leia o resto deste post »

, , ,

Deixe um comentário

Máquina transforma cocô em água limpa em 5 minutos

Você teria coragem de beber água que até alguns minutos antes era cocô humano? Bom, Bill Gates tem. Afinal, vale tudo para mostrar que o OmniProcessor funciona. A máquina é criação da Janicki Bioenergy, uma empresa que quer mudar o sistema de tratamento de água e saneamento no mundo através de tecnologias mais simples e sustentáveis.

Bill Gates bebe água extraída do cocô.

Bill Gates bebe água extraída do cocô.

Em seu blog pessoal, Gates descreve que viu “montes de fezes” serem postas em uma caixa grande, entrarem na máquina e serem fervidas e tratadas. “Alguns minutos depois, eu tive a prova do resultado: um copo de deliciosa água potável”, escreveu.

O caldo nojento dos esgotos é composto em média por 80% de água e apenas 20% de biomassa fecal. Ou seja, em 1 kg desse conteúdo, nós perdemos 800 g por causa de uma parcela mínima que contamina tudo. E é aí que entra o OmniProcessor.

Durante o processo, que dura apenas cinco minutos, a máquina transforma água contaminada de fezes em água limpa e energia elétrica — deixando para trás apenas cinzas. No vídeo, Gates explica que mais de 2,5 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso a saneamento e que ele pediu para que alguns “engenheiros brilhantes” resolvessem esse problema – e que um deles propôs essa invenção como solução.

O refugo cai em uma esteira e chega até alguns tubos, onde toda aquela sujeira é fervida. É ali que o vapor da água é separado do que é sólido. A parte sólida vai para uma fornalha e é transformada em vapor de alta pressão, que vai para um gerador.

O resultado é energia que alimenta a própria máquina e que pode ser distribuída para outros fins. O vapor da água, por sua vez, vai para uma seção de tratamento e sai por uma torneira como água pura e cristalina.

“O sistema de saneamento que nós conhecemos no mundo desenvolvido não é viável em países que ainda estão em desenvolvimento”, diz Doulaye Koné, da Fundação Bill e Melinda Gates. “Então, o que nós precisamos em países em desenvolvimento é um sistema bem simplificado”. Peter Janicki, CEO da Janicki Bioenergy, diz acreditar que a proposta vai dar certo, porque a energia e a água produzidas são um lucro gerado a partir de… cocô.

Durante o evento de apresentação, Janicki abre a torneira e enche um copo do produto cristalino recém-filtrado pela máquina. Bill Gates dá uma bicadinha tímida, como quem está ainda com um pouco de receio, e diz para os presentes: “É água!”. Veja o vídeo:

fonte: PSafe Home (Matéria na íntegra)

, , , ,

Deixe um comentário

Anvisa aprova primeiro remédio via oral contra hepatite C

Pacientes brasileiros contam apenas com tratamentos injetáveis. Ministério da Saúde deve incorporar droga ao SUS

vejaJá utilizado em outros países, o declatasvir tem maiores porcentuais de cura e menos efeitos colaterais do que os atuais, que são injetáveis. O tempo de tratamento também é menor — três meses com o medicamento via oral, ante nove meses dos injetáveis.

Em outubro de 2014, o Ministério da Saúde já havia informado que pediu prioridade à Anvisa para a análise de três medicamentos via oral para a doença: , daclatasvir, sofosbuvir e simeprevir. Apenas declatasvir está recebendo a aprovação, anunciada nesta semana. Os demais terão a autorização emitida posteriormente.

A estimativa do Ministério da Saúde é de que, após aprovados pela Anvisa e incorporados ao SUS, os novos medicamentos beneficiem 60 000 pacientes da rede pública nos próximos dois anos.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. Ele adiantou que, registrado o medicamento, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) avaliará o uso na rede pública, o que pode demorar até seis meses.

A doença — O vírus da hepatite C pode ser transmitido por meio da transfusão de sangue, pelo compartilhamento de material para uso de drogas ou de higiene pessoal, como lâminas de barbear e depilar, além de alicates de unha e objetos usados em tatuagens, por exemplo. Estima-se que a doença afete entre 1,4% e 1,7% dos brasileiros, a maioria acima de 45 anos de idade.

fonte: Veja online e EBC Agência Brasil

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Pra mudar atitudes em 2015, use um pouco de…Heavy Metal!

Bruce-Dickinson

Bruce Dickinson – como se ser o vocalista de uma das maiores bandas de heavy metal do mundo fosse suficiente.

Não importa se você não curte heavy metal, leia mesmo assim. 

São raros os exemplos de artistas estelares que se dão bem em outras atividades, principalmente como empresários em outros modelos de negócio. Então, pra começar bem o ano, me chamou a atenção um tema ocorrido a exatos 12 meses, mas extremamente atual. Em janeiro de 2014, Bruce Dickinson esteve no 7º Campus Party, em São Paulo. Os mais afoitos do heavy metal na época certamente torceram o nariz. O que, diabos, “o cara” do Iron Maiden estaria fazendo num evento onde se discute principais tendências tecnológicas, cercado de um monte de geeks? E nem anunciaram onde seria o show do Iron…Nada disso. Ser band leader do Iron Maiden é apenas uma das múltiplas atividades de sucesso desse empresário, roteirista, escritor, marqueteiro, dono de companhia área e piloto comercial.

Em sua palestra, falou sobre a importância de ter um negócio focado em obter fãs ao invés de clientes. E ele não traz nada mirabolante, é uma visão simples de um dos poucos exemplos de um artista de sucesso que se deu bem como empresário.

Frase de Dickinson: “Odeio clientes, amo fãs.”

Qual a diferença entre cliente e fã? Ambos buscam um produto por necessidade, pagam e pretendem ser atendidos conforme expectativa, ou seja, ambos são consumidores. Segundo Bruce, clientes tem escolha, vão embora. Fãs não. Fãs jamais se vão.

Quando montamos empresas que conseguem fãs, eles lamentam se a empresa acaba, vira uma catástrofe. Já parou pra pensar se a Apple fechasse amanhã como seria?

Pense então em um ótimo médico, ótimo advogado ou uma ótima empregada doméstica. Eles criam fãs para a vida toda. Eles podem cobrar mais, podem deixar a qualidade cair um pouco, podem deixar te atender alguma expectativa, mas as pessoas jamais se vão. Ainda que eles não atendam em algum momento ou dentro de uma expectativa, os fãs vão esperar, não vão trocá-los, porque fãs são leais. E como que se constrói uma empresa para gerar fãs ao invés de clientes? Qual o segredo?

Gere Valor ou seja só mais um

Ser capaz de entender o cliente em sua plenitude e qual o problema a ser resolvido é o coração de uma operação bem sucedida. O prédio, as poltronas bem estofadas, todo o resto é consequência. Seja a verdadeira solução para as angústias dos seus clientes.

Não vendemos coisas, vendemos relacionamento

Não abdique de ser alguém presente, sorridente, otimista, que se aproxima do seu cliente. Segundo Bruce, muito mais do que racionais, somos seres emocionais. Avalie adequadamente o comportamento emocional dos seus clientes e ganhe fãs. Eles voltarão sempre.

Não estamos falando aqui de garantia, mas de confiança

“Está garantido! Se der problema, troque.” Isso é entregar mais do mesmo! O cliente precisa sim internalizar que seu produto é sólido, confiável e que não vai dar problemas. Credibilidade é o que apaixona as pessoas.

Cresça usando sua imaginação

O esforço é louvável, mas problemas são resolvidos com imaginação. O que vai acontecer quando sua solução tiver conseguido um determinado número de fãs? Você vai parar de crescer. E empresas só crescem quando vendem sua alma para a criação de valor, para a inovação. Somente desta forma virão novos fãs que se somarão aos anteriores.

Universidades estão cheias de conhecimento, porém produzem muito pouco. Então confie no seu conhecimento para crescer. Isso não é sobre conhecimento. O que faz o homem crescer realmente e o faz chegar em qualquer lugar é a sua imaginação. E a combinação explosiva entre imaginação e paixão é capaz de fazer tudo.

Somos seres sociáveis

Buscamos aceitação o tempo todo. Essa busca faz com que queiramos estar com amigos, com colegas, em bandos. Por isso construímos network, e vital. Esta atitude é absolutamente válida no momento de buscar novos fãs.

De acordo com Bruce, o ser humano continua o mesmo de 2 séculos atrás, o que mudou foi o aparato tecnológico, o que elimina a desculpa de que ser sociável ficou mais difícil, pelo contrário.

Isso serve pro meu negócio? – Outra desculpa frequentemente utilizada por empresários com medo de mexer em seus modelos é a dificuldade de aplicação à cultura do seu negócio. A lógica simples e efetiva de Bruce Dickinson pode ser sim adaptada e aplicada a qualquer estilo de negócio, desde que devidamente raciocinada.

Por isso, pare de ouvir sobre o fatalismo de 2015 e a necessidade de provisionar isso ou aquilo. Use essa energia para repensar a forma de fazer as coisas no dia a dia e onde isso vai levar. E trabalhe para aumentar sua base de fãs do seu negócio, incessantemente. Veja video da palestra abaixo:

, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: