Unimed Nordeste/RS inaugura Central de Curativos

Buscando oferecer um melhor atendimento e desobstruir e reduzir esperas no PA Central, a Unimed NERS/Caxias do Sul/RS, abriu ao público em 13 de janeiro um espaço específico para realizar curativos. A iniciativa visa a proporcionar um atendimento rápido e eficiente, além de diminuir o tempo de espera no Pronto-Atendimento central. A Unimed investirá também na modernização do seu espaço do PA, de acordo com o cronograma de obras da expansão do Hospital Unimed que estará em andamento em breve.unimed

De acordo com Lilian Krejci, coordenadora de PAS e SOS da Unimed, ao todo nove pessoas atuarão na Central de Curativos. O local trará ainda novas opções de curativos mais duradouros, possibilitando aos pacientes um espaço maior de tempo para que precisem voltar e realizar outros procedimentos. “Basta chegar ao local e fazer os curativos. Precisarão ser agendados apenas procedimentos mais demorados e que demandem a presença de médicos, como queimaduras e doenças crônicas.”

Com isto esta iniciativa reforçará o conceito de que os PA’s são voltados ao atendimento dos beneficiários em casos de  emergência, situações em que existe risco de morte e o atendimento deverá ser imediato e casos de urgência, situações nas quais não há risco de morte, mas que requerem uma rápida intervenção médica, seja para amenizar os sintomas ou prevenir complicações maiores. Por isso, o ideal é procurá-los apenas em situações em que não possa esperar pelo atendimento do médico no consultório. O novo local também faz aplicação de medicamentos e demais procedimentos de enfermagem.

Como é procedimento de consenso, se o caso não é de urgência, o ideal é manter um vínculo com um médico de referência. Em um atendimento de plantão, as condições são diferentes. Um plantonista não toma como base todo o histórico do paciente durante uma consulta, mesmo que se empenhe em obter o maior número de informações possíveis e tampouco poderá fazer um acompanhamento do problema no futuro. Ao visitar regularmente um profissional, portanto, se ganha condições de não apenas tratar as doenças, mas também de inserir nas consultas algo saudável e que está cada vez mais em alta: a prevenção.

Os clientes da Unimed Nordeste-RS já dispõem de três Pronto-Atendimentos na região (em Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Farroupilha), além dos plantões em oito cidades (Antônio Prado, Carlos Barbosa, Caxias, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Petrópolis e São Marcos).

 Em consultório são em torno de mil médicos na área de abrangência da cooperativa médica, que está em 16 municípios da Serra Gaúcha.

Classificação de risco

Ao adotar a classificação de risco, as instituições recebem seus clientes e os dividem em quatro grupos, conforme a necessidade apresentada. A enfermagem mesmo classifica num atendimento preliminar, uma avaliação pré consulta e encaminha o paciente ao medico, com base nas declarações feitas por ele, em relação ao motivo que o levou ao serviço, seguindo o protocola da classificação. (a) EMERGÊNCIA, (b) URGÊNCIA, (c) NÃO URGÊNCIA e (d) ELETIVO. Neste último caso o paciente pode ser encaminhado a um consultório médico para consulta com um especialista na área a ser tratada, por meio de um sistema desenvolvido pela Unimed para interligar os Pronto-Atendimentos com os consultórios de médicos cooperados. É uma forma de evitar que o paciente fique esperando por uma consulta em um serviço que prioriza casos de urgência e emergência.

* Assessoria de Imprensa – Unimed Nordeste-RS

* Foto: André Benedetti

 

, , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: