Arquivo de março \31\UTC 2015

Valinhos Medical Center – medicina de alto nível

O interior de São Paulo tem sido alvo de grande desenvolvimento nas últimas décadas. Com esse avanço, cresce a demanda por atendimento médico de alto nível, com inovações tecnológicas que antes só eram possíveis de se encontrar em grandes centros, como São Paulo.

fachadaAtentos a este movimento, os médicos e sócios Maurício Toledo Leme (Pneumologia), Patrícia Frizzarini Exposito (Cirurgia Geral e Endoscopia) e Spencer Cheng (Cirurgia do Aparelho Digestivo e Ecoendoscopia) inauguraram recentemente, em Valinhos/SP, a Clínica Valinhos Medical Center.

A Clínica Valinhos Medical Center foi criada com o propósito de fornecer atendimento médico de alto nível, privilegiando adicionalmente o conforto do paciente. O plano arquitetônico, em seus mínimos detalhes, foi concebido especificamente visando os cuidados da saúde e humanização.

Além da gama tradicional de serviços diagnósticos em endoscopia, a clínica oferece a seus médicos parceiros e pacientes exames inovadores, tais como Ecoendoscopia terapêutica (drenagem de via biliar ecoguiada em casos de tumores, drenagem de pseudocistos pós-pancreatite, neurólise de plexo celíaco, aplicação de toxina botulínica ecoguiada), ultrassom endoscópico com miniprobe e também a Cápsula Endoscópica para estudo do intestino delgado.

Segundo o Dr. Spencer Cheng, para tornar-se referência em endoscopia, um serviço deve ter como compromisso o paciente e a inovação. “Temos que zelar sempre pelo melhor para o paciente, por meio de reciclagem de conhecimentos médicos e inovação tecnológica disponível”, ressalta.

Ainda, segundo o Dr. Spencer, o plano futuro é ampliar o atendimento na área de endoscopia para tratamento da obesidade, uma demanda cada vez mais consolidada na região.  E, como parte do investimento em novas tecnologias, em breve a clínica oferecerá o ultrassom endobrônquico, para tumores do pulmão e cirurgias minimamente invasivas do aparelho digestivo.

Clinica Valinhos

Dr. Maurício Toledo Leme (esq.), Dr. Spencer Cheng e Dra. Patrícia Exposito. Compromisso com o Paciente, com a Inovação tecnológica e o conhecimento médico.

Desde que abriu suas portas, a clínica conta com um fluxo médio de 240 exames por mês, podendo chegar, até o final de 2015, a uma média de 600 atendimentos por mês.

Saiba mais detalhes sobre os serviços oferecidos pela Clínica Valinhos Medical Center, clicando AQUIA Clínica está localizada na Avenida Joaquim Alves Correia 4947 – Bairro Nova Suíça – Valinhos – São Paulo

, , , , , ,

3 Comentários

Boticário revê planos para 2015

Com o acanhamento do consumo e a economia ruim, o grupo Boticário revê planos expansionistas para 2015

A gigante brasileira da higiene e beleza o Gruo Boticário (3º lugar no ranking de participação de mercado) pôs em marcha uma reestruturação de seu plano estratégico, por conta do cenário macroeconômico vislumbrado para 2015. Segundo entrevista do Presidente da empresa para o Jornal Valor Econômico, Artur Grymbaum, o plano de expansão da empresa para esse ano considera a abertura de apenas 50 novas lojas, menos da metade das 120 lojas abertas em 2014.

euromotorAs necessidades de ajustes também consideram um redesenho organizacional, otimizando diretorias e departamentos, bem como eliminando duplicidades de posições. A empresa passa a trabalhar com unidades de negócios ao invés de divisões por marcas. Ainda segundo Grymbaum, à lentidão da economia se somam o dólar alto e o aumento da carga tributária, o que invariavelmente puxa os custos deste mercado pra cima. O plano agora é buscar produtividade e eficiência.

O grupo Boticário dobrou seu tamanho de 2010 a 2014 e faturou no ano passado 9,3 bilhões de reais.

Fonte: Valor Econômico

, , , , ,

Deixe um comentário

Primeiro Mutirão SOBED contra o Câncer Colorretal em Campinas/SP – sucesso absoluto

A SOBED (Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva) promoveu nos dias 25, 26 e 27 de março o “MUTIRÃO SOBED CONTRA O CÂNCER COLORRETAL, no Hospital e Maternidade Celso Pierro da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Essa importante ação social visa rastrear, identificar/prevenir o câncer colorretal.

IMG-20150327-WA0003

Celso Ardengh, Ramiro Mascaranhas, Sílvio Ciquini, Maristela Hipólito, Pedro Ishida, Tomazo Franzini e Lix Oliveira. Equipe multidisciplinar de altíssimo nível contra o Câncer Colorretal – 100 exames realizados em 3 dias.

O câncer colorretal tem início, na maioria dos casos, a partir de pequenos pólipos, acomete um segmento do intestino grosso (o cólon) e o reto. É tratável (caso não tenha se espalhado para outros órgãos) e a detecção precoce, ainda na fase de pólipo (antes que se tornem malignos) é uma forma eficiente de prevenção. Segundo o Ministério da Saúde, o Câncer Colorretal é o 3º tipo de câncer que mais mata no país. Dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) mostram que em 2014 foram detectados mais de 32 mil casos no Brasil.

IMG-20150327-WA0017

Dr. Lix de Oliveira e Andréa Souza (ACS-Boston).

Idealizado e organizado pelos médicos Endoscopistas Lix Alfredo de Oliveira (Presidente Nacional da Comissão de Mutirões e Prevenção de Câncer Colorretal da SOBED), Pedro Ishida (Chefe do Departamento de Endoscopia da PUC/Campinas) e Sílvio Augusto Ciquini (Chefe do Departamento de Coloproctologia da PUC/Campinas, o primeiro Mutirão de Campinas contou também com as presenças dos médicos Ramiro Mascarenhas, José Celso Ardengh, Tomazo Franzini, Maria do Carmo Friche Passos, Roberto Ciotola e Maristela Hipolito Rinco.

Dr Lix Alfredo, em entrevista para o site da SOBED, afirmou que o mutirão foi extremamente proveitoso e satisfatório para todos que trabalharam pelo beneficio aos pacientes na prevenção do câncer colorretal. “Nos exames realizados foram detectadas várias lesões em pacientes assintomáticos. Os exames, com prognóstico em relação ao câncer colorretal, sem dúvida nenhuma mudará a vida destes pacientes. A mensagem que a Sociedade quer deixar é que vale a pena investir neste tipo de ajuda social para um país que tem necessidade e carência nesta área de prevenção do câncer colorretal. A sensação é de dever cumprido! Estamos felizes esperando o próximo”, finalizou.

A ideia surgiu face às enormes filas para a realização dos exames, o que retarda a detecção e o inicio de tratamento. Em 3 dias de intensas atividades, foram realizados 100 exames. São iniciativas como esta, vindas de entidades privadas, que certamente fazem bem à população, acostumada a tão poucas iniciativas em saúde por parte do poder público.

As empresas Boston Scientific Endoscopy e Fujinon deram o suporte para a realização deste Mutirão que terá continuidade em Maceió (Alagoas), durante o IX Simpósio Internacional de Endoscopia Digestiva, nos dias 10 e 11 de abril de 2015. Para saber mais, consulte o site da SOBED, clicando AQUI.

, , , , , , ,

1 comentário

Quando desanimar com o Brasil, pense em Jorge Paulo Lemann

Um carioca avesso à badalações, focado nos negócios e motivo de orgulho nacional.

Notícias sobre o cenário político-econômico do nosso  país não nos dão motivo de muito orgulho. Uma pena. Não temos muitos heróis e temos colecionado um monte de vilões. Por isso, prefiro olhar para um dos caras que certamente se fazem respeitar dentro e fora desse país. Jorge Paulo Lemann. Começou do zero no mercado financeiro na década de 70, foi fundador e dono do Banco Garantia, onde a ousadia nos negócios e a obsessão por resultados e corte de custos os levou a um modelo de negócios vitorioso. Vendeu o banco e, juntamente com os sócios, abriu a GP investimentos, o primeiro fundo Private Equity do Brasil. Compraram as Americanas e são donos da B2W. Fundaram a AMBEV comprando empresas de bebidas decadentes. Não satisfeitos, invadiram a Europa e adquiriram também a cervejaria belga Interbrew, depois fincaram o pé nos EUA comprando a americana Budweiser, o que fez com que a agora renomeada AB Imbev se tornasse a maior cervejaria do mundo. Em 2010, compraram também o Burger King.

aseguir-01

Em 2013, adquriram a líder do mercado americano de molhos Heinz (aquele catchup maravilhoso), numa operação conjunta com o magnata empreendedor Warren Buffet. E a mais recente tacada de João Paulo Lemann e seus sócios foi a aquisição e fusão da Kraft Foods (salgadinhos) com a Heinz. Juntas, as duas empresas americanas somam um faturamento de mais de 28 bilhões de dólares.

Cansou de acompanhar a lista de êxitos? Pois é. Dá ou não dá orgulho? O modelo de negócios de Lemann e sócios é buscar resultado financeiro, corte de custos e meritocracia, atributos não muito comuns em empresas brasileiras, normalmente lentas, indisciplinadas e familiares. Em tempos de Eike Batista, admirá-lo é uma forma de fazer justiça a esse discreto brasileiro que pensa em negócios 16 horas por dia. E em bons negócios, diga-se de passagem.

Quando estiver triste com o rumo das coisas no Brasil e como nos veem lá fora, pense em Jorge Paulo Lemann.

fonte: Exame.com

, , , , , , , ,

Deixe um comentário

Given-Meditronic lança no Brasil o sistema Manoscan

A Given-Meditronic trouxe recentemente para o Brasil um dos mais modernos meios de mapeamento da função motora manoscanesofágica e anorretal, o sistema Manoscan (HRM – high resolution manometry).

ManoScan ESO – exame utilizado para avaliar a função motora do esófago, fornecendo seu mapeamento fisiológico completo, da faringe até o estômago, com um único posicionamento de cateter. Esta tecnologia inovadora permite que os médicos possam melhor avaliar causas de refluxo gastroesofágico, de dificuldades para engolir, dor torácica funcional e avaliações pré-operatórias.

ManoScan AR – exame utilizado para avaliar a pressão do reto e esfíncteres anais com um único posicionamento de cateter. Esta tecnologia permite ao médico avaliar pacientes com constipação crônica, prolapso retal ou a doença de Hirschprung.

Ambos os sistemas permitem uma visão simples e bastante efetiva do diagnóstico esofágico e anorretal. Possuem registro ANVISA e encontram-se à disposição da classe médica. Solicite uma visita para conhecer melhor essa nova tecnologia em diagnóstico.

, , , , ,

Deixe um comentário

Contrabando de equipamentos no Brasil: Quadrilhas visam hospitais

( Folha de S.Paulo ) Jornalista: Cláudia Collucci

interna3

Paulo Henrique Fraccaro, Superintendente da ABIMO: médicos, hospitais e clínicas sabem da ilegalidade e dos riscos a que submetem seus pacientes.

23/03/2015 – A Abimo, associação que reúne o setor de equipamentos médicos e hospitalares, estima que 40% dos aparelhos de videolaparoscopia e endoscopia para exames e cirurgias minimamente invasivas no Brasil sejam ilegais.

Desses, 70% seriam de contrabando e 30%, de pirataria, diz Paulo Henrique Fraccaro, superintendente da Abimo. O mercado movimenta R$ 250 milhões por ano. O valor agregado é o que tornou os aparelhos alvo de quadrilhas. Um equipamento importado novo custa R$ 280 mil em revendedoras brasileiras autorizadas (nos EUA, o valor cai para metade). Os fabricados no Brasil saem por cerca de R$ 120 mil. Já os contrabandeados são vendidos por R$ 80 mil.

Ainda não está clara a forma como agem os contrabandistas e como esses produtos chegam às clínicas e hospitais brasileiros. A suspeita é que grande parte seja comprada nos EUA, em leilões de equipamentos usados ou recondicionados.

No Brasil, a Anvisa proíbe o comércio de equipamentos usados, mas autoriza os recondicionados (com a garantia do fabricante original das características de segurança). A suspeita da Abimo e de outros dois fabricantes nacionais, que preferem não se identificar por temerem represálias, é que muitos equipamentos cheguem ilegalmente ao Brasil desmontados, em contêineres.

Em operações da Polícia Federal, já foram apreendidos aparelhos laparoscópicos, desmontados, em bagagens de passageiros que desembarcaram em Cumbica, vindos de Miami (EUA). No Brasil, os principais compradores são médicos, hospitais e clínicas. “Eles sabem da ilegalidade e dos riscos a que submetem seus pacientes”, afirma Fraccaro.

SEM GARANTIA

Entre os possíveis problemas de um aparelho contrabandeado está a falta de garantia de qualidade e segurança –eles podem provocar desde imprecisões no exame até mesmo infecções e queimaduras causadas por falta de manutenção adequada.

Em muitos hospitais, são frequentes situações que favorecem o uso de equipamentos contrabandeados. Esses aparelhos, em geral, pertencem às equipes médicas, que os utilizam em procedimentos como cirurgias ortopédicas e ginecológicas, e os hospitais não têm como praxe cobrar dessas equipes documentos atestando a procedência do equipamento. A Folha apurou que não é incomum profissionais “ganharem” do distribuidor o aparelho em troca de virar cliente exclusivo de peças como pinças e tesouras.

“Nos hospitais de referência, que passam por acreditações, isso é mais difícil. É um expediente que pode ocorrer em instituições menores”, afirma Francisco Balestrin, presidente da Anahp (associação de hospitais privados).

Segundo informações do Cnes (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde), haveria ao todo 3.835 equipamentos de videolaparoscopia em uso no Brasil. O setor estima ao menos o triplo disso.

Esta e outras reportagens foram publicadas no suplemento especial Contrabando no Brasil, encartado na edição impressa da Folha de S.Paulo de 23/03/2015, e estão disponíveis para assinantes no site www.folha.com.br

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Brincando em serviço – Esquadrão da alegria

60. ESQUADRÃO DA ALEGRIA - FOTOEssa é a essência do Esquadrão da Alegria. O grupo tem como objetivo proporcionar alegria através da figura do palhaço, colaborando para a transformação do ambiente hospitalar. O Esquadrão da Alegria surgiu após um de seus fundadores assistir o documentário do grupo Doutores da Alegria e se contagiar com a proposta, levando o projeto adiante.

O apoio inicial veio de várias pessoas no primeiro ano de preparação, mas somente oito integrantes começaram as atividades do grupo no dia 03 de dezembro de 2008, quando foi realizada a 1ª visita no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM)/RS, em parceria com a Associação dos Amigos do HUSM.

No início a proposta era apenas na cidade de Santa Maria, mas de lá para cá, diversas pessoas foram se unindo a causa voluntária, e surgiu a oportunidade de expansão para mais três cidades do Rio Grande do Sul: Canoas, Porto Alegre e São Borja, totalizando hoje cerca de 70 integrantes que atendem oito hospitais. Só no ano passado foram cerca de 400 visitas e mais de 30.000 horas de apresentações. No mesmo período foram feitos 5 processos seletivos, agregados 25 novos participantes, realizadas 18 oficinas de capacitação e 4 cursos com profissionais de arte clown.

O trabalho é realizado de maneira 100% voluntária, sem necessidade de qualquer investimento por parte dos hospitais atendidos. Os integrantes são profissionais das mais diversas áreas e idades que se transformam em ‘palhaços doutores’ para as visitas.

Durante os anos de atuação o grupo sempre contou com diversos apoiadores e patrocinadores que colaboram para o aperfeiçoamento e desenvolvimento do trabalho. São realizados cursos, oficinas e integrações de forma contínua, profissionalizando ainda mais os participantes.

Para tornar-se um integrante existe um processo seletivo composto por diversas etapas, onde os candidatos são avaliados com dinâmicas para analise do perfil e disposição. Após aprovados na seleção, os voluntários ainda passam por outras etapas, que consistem em estudos, oficinas e acompanhamento, até tonarem-se Doutores Besteiorologistas.

O grupo acredita no poder do sorriso e, se no início as visitas eram apenas para crianças e adolescentes, hoje o trabalho está mais abrangente. O Esquadrão da Alegria atinge os mais diversos públicos, além da dedicação aos acompanhantes dos pacientes, aos profissionais dos hospitais visitados e a cada pessoa na rua e nos corredores dos hospitais, antes e depois, das visitas.

Para saber um pouco mais sobre essa turma que definitivamente brinca em serviço acesse: http://www.esquadraodaalegria.com.br/

, , , , ,

Deixe um comentário

9 megatendências globais que influenciam todos os setores

por Verena Souza, 5 de março de 2015 – Leitura em 2 minutos, portal Saúde Business (matéria na íntegra)

Um setor que trabalha literalmente sem descanso é o da Saúde, afinal toda hora é hora de servir o paciente. São muitas as questões específicas do setor, a complexidade das relações entre os elos e as minuciosidades das práticas clínicas e tecnológicas em torno da medicina. Entretanto, não podemos esquecer que tudo isso está inserido dentro de um contexto macroeconômico e dinâmico que mexe com todas as atividades da sociedade. E é por isso que um gestor, seja de saúde ou de qualquer outro segmento, não pode perder a visão do todo.

As megatendências globais, divulgadas pela KPMG, em parceria com o Centro Mowat na Escola de Políticas Públicas e Governança da Universidade de Toronto (CA), traz os movimentos que impactam todos os âmbitos, políticos, econômicos, ambientais e sociais, evidenciando a conexão entre todos. Muitos deles já estão em plena efervescência no Brasil.

São eles:

1. Perfil demográfico
2. Ascensão do indivíduo
3. Inclusão tecnológica
4. Interligação econômica
5. Dívida pública
6. Mudanças no poder econômico das nações
7. Mudanças climáticas
8. Pressão sobre recursos e urbanização
9. Urbanização

Aumento de idosos em todo o mundo já desafia os sistemas de assistência social e de saúde:

sinais de mudança

, , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: