Os melhores hospitais da América Latina

Cinco hospitais brasileiros estão entre os melhores da América Latina – apenas um fora do eixo Rio/São Paulo

Cinco hospitais brasileiros estão entre os 43 melhores da América Latina, segundo ranking realizado anualmente, desde 2009, pela consultoria América Economia Intelligence. O ranking leva em consideração seis critérios técnicos, sendo eles: Segurança e Dignidade do Paciente, Capital Humano, Capacidade, Gestão do Reconhecimento, Eficiência Médica e Prestígio. A participação foi aberta a todos os hospitais gerais e clínicas de alta complexidade da América Latina reconhecidos pela Organização Panamericana de Saúde.

moinhos

O ranking busca instituições em que diagnóstico científico e inovação de processos se unem, com aumento da complexidade e constantes transformações. O Hospital Israelita Albert Einstein, localizado em São Paulo, está no topo da lista.

“Este ranking é uma referência para as instituições, que passam a usá-lo como um benchmark e um instrumento de melhoria, na medida em que os critérios usados são bem conhecidos. Ele também serve como referência aos pacientes, que hoje estão mais empoderados e mais propensos a escolher médicos e hospitais com base em informações técnicas. Nesse novo contexto, o USNews and World Report tem sido mais um referencial a orientar essas escolhas”, comenta o diretor Superintendente do Einstein, Miguel Cendoroglo. “O Einstein tem obtido o primeiro lugar desde 2009. Logicamente o próprio ranking contribui para a propagação da excelência do nosso Hospital. Mas também tem servido como um guia para melhorias, uma vez que podemos comparar nossos resultados com os resultados de outros hospitais de excelência em cada quesito, além de seguir a evolução de nossos próprios indicadores ao longo do tempo”, complementa.

Os demais hospitais brasileiros presentes na lista dos 43 melhores são o Hospital Samaritano, de São Paulo (sexta posição), o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo (12ª posição), o Hospital Moinhos de Vento – o único da região Sul do país presente no ranking (17ª posição), o carioca Hospital São Vicente de Paulo (20ª posição) e, por fim, o Hospital Edmundo Vasconcelos, também de São Paulo, na 22ª posição.

Este é o sexto ano que o Hospital São Vicente de Paulo é incluso na lista dos melhores da saúde, que traz ainda organizações de países como México, Argentina, Colômbia, Peru, Venezuela, Costa Rica e Chile. Em setembro, o HSVP completou 35 anos de fundação e administração das Filhas de Caridade de São Vicente de Paulo. “Estarmos no ranking de clínicas e hospitais 2015 confirma o compromisso da direção do nosso hospital com a qualidade, complexidade e excelência dos serviços que prestamos para atender às necessidades dos pacientes”, analisa Irmã Marinete Tibério, diretora executiva do HSVP. Segundo a avaliação do ranking deste ano, as instituições hospitalares avaliadas têm um corpo clínico altamente qualificado, o que pode ser o ponto-chave da força e da capacidade desses hospitais. Para a qualificação, 200 hospitais foram inscritos, mas apenas 43 fizeram a pontuação mínima para serem consideradas instituições de qualidade.

, , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: