A Apple sendo apenas…a Apple

A Apple decidiu mudar o nome de suas lojas de varejo: excluir o “store”. A partir de já, todas as lojas passam a se chamar apenas “Apple”. É um detalhe, mas que reforça o caráter e o posicionamento da marca.

O objetivo estratégico para a mudança parece simples, mas não é: as lojas Apple não são apenas lojas. A empresa quer que o público as perceba como pontos de encontro. A intenção é que, por 500 lojas da rede, passem workshops, palestras, shows de música, teatro. Algo que já acontece em lojas, como por exemplo, a de São Francisco.

E também reforça o fato de que ninguém diz que vai “na loja da Apple”. As pessoas dizem “vou na Apple”. A Apple que replicar todo esse novo posicionamento em suas 500 lojas.

landscape

fonte: Exame.com

, , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: