Posts Marcados brasil

Mudanças sim, mudar não

Simples e efetivo puxão de orelha de Ricardo Amorim. Por isso a matéria foi transposta na íntegra de seu blog no Linked In.

____________________________________________________________________

Amorim

Todos querem que a corrupção acabe… todos menos os corruptos.

Todos sabem que o foro privilegiado e a indicação política dos juízes do STF não podem continuar…todos menos os que se protegem com isso.

Todos acham as regras previdenciárias de políticos, juízes e militares absurdas… menos políticos, juízes e militares.

Todos acham inaceitável que servidores públicos tenham um regime previdenciário muito mais generoso que os outros…todos menos os servidores públicos e seus familiares.

Todos querem reformar a Previdência de políticos, juízes, militares e servidores públicos mas reformar o INSS, que só no ano passado precisou de R$150 bilhões, que poderiam ter ido para educação, saúde ou segurança, para complementar os benefícios que as contribuições não cobriram, nem pensar.

Todos de acordo que a dívida das grandes empresas com o INSS têm de ser cobradas, mas muitos atrasados nos pagamentos de suas próprias dívidas.

Todos descontentes com a educação, mas ninguém chocado que o governo brasileiro direcione nove vezes mais recursos per capita para gastos previdenciários do que para a educação de nossas crianças.

Todos querem menos impostos, produtos mais baratos e salários maiores, mas ninguém quer que o governo reduza seus gastos para que os imposto possam cair para que isso aconteça.

Todos de acordo que algo radical tem de ser feito para reverter o crescimento da informalidade e do desemprego, que deixou dezenas de milhões de brasileiros sem condições de sustentar suas famílias. Algo radical menos reformar a CLT para que as empresas contratem mais e menos gente trabalhe na informalidade, sem direitos trabalhistas efetivos.

Em meio aos escândalos bilionários de corrupção que não param de emergir, é compreensível a revolta da população e a impressão de que se eliminássemos a corrupção, os outros problemas brasileiros desapareceriam.

Infelizmente, a corrupção não será eliminada, sequer reduzida substancialmente, sem que nos mobilizemos para que os corruptos sejam exemplarmente punidos. Os corruptos sempre estarão organizados para que isto não aconteça. Além disso, se a corrupção for eliminada, os demais problemas brasileiros serão reduzidos, mas nenhum deles será eliminado. Temos de trabalhar para resolver cada um deles também.

Sabendo que as mudanças não vão acontecer se não mudarmos também, fica a pergunta: você quer mudanças, mas está disposto a mudar?

Ricardo Amorim, autor do bestseller Depois da Tempestade, apresentador do Manhattan Connection da Globonews, o economista mais influente do Brasil segundo a revista Forbes, o brasileiro mais influente no LinkedIn, único brasileiro entre os melhores palestrantes mundiais do Speakers Corner e ganhador do prêmio Os + Admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças.

, , ,

Deixe um comentário

No dia do genérico, Sandoz comemora resultados no Brasil e recorde de produção em sua fábrica de Cambé

Apenas em 2013 a fábrica localizada em Cambé, no Paraná, produziu mais de um bilhão de comprimidos batendo seu próprio recorde em 10 anos de existência 

Em fevereiro de 1999 foi publicada lei nacional que estabelece a disponibilidade de medicamentos genéricos para comercialização no Brasil. Desde então, o setor tem conquistado mercado e hoje 65% dos medicamentos mais prescritos no país são genéricos, conforme recentemente divulgado pela Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos – Pró-Genéricos. A Sandoz, divisão de genéricos da Novartis e líder global em genéricos e biossimilares, vem acompanhando este desenvolvimento do mercado e, desde 2012, apresenta índice de crescimento superior ao mercado.

sandoz

Leia o resto deste post »

, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Hospital Mãe de Deus e a Copa do Mundo – junto com o Brasil, batendo um bolão

MÃE DE DEUS - Claudio-Seferin

Cláudio Seferin – antecipando melhorias para atender à Família Fifa

Hospital é referendado para a Copa e fará atendimentos da ‘Família FIFA’, composta pelos membros das delegações estrangeiras, e chefes de estado.

O Hospital Mãe de Deus (HMD) de Porto Alegre (RS) recebeu na sexta-feira (28/02) o convite para se tornar hospital referência da Copa 2014. A indicação partiu do coordenador médico da FIFA na cidade-sede, Fabio Krebs, por atender a todas as exigências da federação para a referida posição. Com a adesão, a instituição está apta a prestar atendimentos a todos os tipos de demanda da Família FIFA, que é composta pelos membros das delegações estrangeiras – atletas, comissão técnica e dirigentes – e, pontualmente, chefes de estado que estiverem na capital entre os meses de junho e julho.

O convite foi formalizado por Krebs ao diretor geral do Mãe de Deus, Claudio SeferinPara ampliar e aprimorar o atendimento durante o período da Copa do Mundo, o hospital está antecipando melhorias previstas no projeto de expansão. Entre elas, a ampliação da área física e do número de atendimentos do setor de emergência, que terá a capacidade reforçada em 30%.

MÃE DE DEUS -707_RecepçãoOutra novidade para a Copa será o sistema de telemedicina, que irá conectar através da tecnologia os médicos localizados dentro do próprio estádio em dias de jogos – responsáveis pelos primeiros atendimentos de urgência –, com os médicos localizados na Emergência do hospital. Em parceria com a prefeitura de Porto Alegre, o hospital está remodelando o heliponto do Parque Marinha do Brasil, ao lado do Hospital, que poderá receber possíveis emergências vindas de helicóptero durante a Copa. Outro aspecto é que o HMD situa-se há 100 m do estádio sede da Copa em Porto Alegre. A preparação do Hospital Mãe de Deus para o mundial também envolve uma série de atividades voltadas ao atendimento de pacientes estrangeiros, como treinamento de seus colaboradores, com palestras envolvendo a cultura dos países que terão suas seleções jogando no Rio Grande do Sul.

Fonte: site HMD

, , , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: