Posts Marcados device

Curso de Endoscopia Intervencionista no IRCAD – êxito no aprimoramento profissional

Médicos endoscopistas do país inteiro se encontram em Barretos (SP) para treinar e aprimorar técnicas minimamente invasivas

20140220_154129

Doutor Alexandre Tellian, do Hospital Albert Sabin (Atibaia), durante hands on

Nos dias 20 e 21 de fevereiro foi realizado no IRCAD América Latina (Hospital Pio XII, Barretos, SP) o Curso Avançado de Endoscopia Intervencionista. Os 45 participantes tiveram acesso ao conhecimento prático necessário para o profissional que deseja aprofundar-se em resolução de casos complexos bem como em novas técnicas de endoscopia terapêutica, como o P.O.E.M., por exemplo, e outras. Foram aprofundadas as melhores técnicas utilizadas, suas etapas, as potenciais complicações e como prevê-las. Tudo realizado em tecido vivo, pra que os participantes pudessem praticar e viver situações reais, aprimorando assim sua capacidade cirúrgica. Com módulos teóricos e práticos, a parte prática se deu de duas formas distintas:

Leia o resto deste post »

, , , , ,

Deixe um comentário

SpyGlass chega no Hospital de Clínicas de São Paulo

alexandre cruz

Alexandre Cruz – SpyGlass trará mais segurança e precisão na visualização da via biliar

Novo dispositivo será utilizado em estudo inédito sobre diagnóstico de vias biliares

O departamento de Endoscopia do Hospital de Clínicas de São Paulo recebeu à poucos dias o primeiro SpyGlass do Brasil. Dispositivo pesquisado, fabricado e comercializado pela Boston Scientific, está presente em mais de 600 hospitais e clínicas de endoscopia no mundo e é considerado como a maior e mais exclusiva inovação em visualização direta das vias biliares.

Segundo Alexandre Cruz, Diretor da Divisão de Endoscopia da Boston Scientific no Brasil, o SpyGlass é um importante complemento aos procedimentos de endoscopia. “Com SpyGlass o medico endoscopista passa a ter acesso direto as vias biliares, atuando com muito mais precisão e segurança, tanto em procedimentos diagnósticos como terapêuticos, além de reduzir a dependência da radioatividade.”

O dispositivo encaminhado ao HC de São Paulo será utilizado exclusivamente no desenvolvimento de um protocolo com dois braços distintos: Retirada de cálculos grandes via dilatação da papila (DASE) e Litotripsia Hidráulica via SpyGlass. O estudo, com duração aproximada de 1 ano, contará com 20 pacientes em cada “braço” e será coordenado pelo Doutor Eduardo Moura (Diretor Técnico do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital de Clínicas de São Paulo) e pelo Doutor Tomazo Franzini (Endoscopista Assistente do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital de Clínicas de São Paulo).

Leia o resto deste post »

, , , , , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: