Posts Marcados empreendedorismo

Quais hábitos os empreendedores de sucesso cultivam? – por Richard Branson


branson

Richard Branson fala de quatro hábitos que podem ajudar a tornar o seu negócio tão sonhado em realidade – tradução e adaptação by Daniel Souza

Existem muitos hábitos cultivados pelas pessoas bem sucedidas. E, embora isso não seja garantia de sucesso para ninguém, existem sim alguns comportamentos práticos que você pode adotar para ser mais eficiente, colaborando para o seu bem estar, e, consequentemente, contribuindo para o seu negócio. Vamos a eles:

Planeje e use agenda

Elon Musk diz planejar seu dia em blocos de cinco minutos. Tudo nem que esse nível de organização não seja lá muito atraente. Mas o planejamento e o agendamento são dois dos hábitos recorrentes das pessoas bem-sucedidas. Sair da cama um pouco mais cedo e usar esse tempo de forma útil é o seu primeiro hábito novo a se desenvolver. Cada minuto é valioso, então use seu agenda do Google ou da sua rede social para otimizar cada minuto. Reduza, por exemplo, os horários das reuniões escrevendo uma agenda bem estruturada.

agenda

Distribuir em etapas grandes tarefas é uma outra maneira de manter o foco e o alto interesse pelo que está sendo realizado. Fixe o que deseja alcançar no longo prazo e dê pequenos passos em direção a esse objetivo. Use as pausas para pensar nos aprendizados e só então dê outro passo. E repita esse hábito até chegar no objetivo.

Dinheiro importa sim

A maioria dos empresários de sucesso tem uma verdadeira paixão pelo que estão fazendo. Amam identificar a necessidade de um mercado, em vez de tentar adivinhar o que os clientes querem. Investem muito tempo e recurso para descobrir o que levar a eles e só então, começam a ter ganhos. Para começo de conversa, especialistas sugerem que um empresário iniciante deva ter, pelo menos seis meses de capital antes de ver a cor do dinheiro entrando. Certifique-se de que você tem os recursos financeiros necessários. É importante testar sua ideia antes de investir todos os seus recursos. Se o teste for bem-sucedido, você pode planejar a próxima fase de crescimento do seu negócio.

Victoria Jossel e Romy Lewis começaram a Lola’s Cupcakes, com sede em Londres, em 2006. Com duas franquias e uma loja em Mayfair, começaram bem na época em que todo o Reino Unido começou a ficar louco por cupcakes. Alcançado o sucesso, venderam o negócio em 2011 para Asher Budwig, que expandiu exponencialmente. Hoje, quiosques e lojas de cupcakes podem ser vistos em estações de trem e centros comerciais em toda Londres e no Sudeste da Inglaterra. Em 2015, a Lola abriu uma loja no Japão.

Colabore e construa um bom time em torno de você

Os melhores empreendedores constroem conexões fortes, seja em parceria, seja com a equipe com quem trabalham. Isso permitirá que você se concentre no que você faz melhor, como o Steve Jobs e Steve Wozniak da Apple atestam, é preciso saber quem são as pessoas que ajudarão a tornar essas ideias realidade.

Uma vez tendo as pessoas certas, fazendo a coisa certa, não tenha medo de celebrar o sucesso. Empresários bem-sucedidos falam sobre seus sucessos e são generosos ao dar e receber a feedback, seja positivo ou negativo, sem qualquer pudor.

Manter-se bem – mental e fisicamente

Nestes dias corridos, um hábito de pessoas bem-sucedidas é demorar para ler. Isso mesmo, ler devagar e com atenção. E, além de ler sobre negócios, lêem livros, blogs, artigos de notícias e revistas de variedade por puro prazer. Uma pesquisa da Agência de Leitura do Reino Unido sugere uma série benefícios da leitura para a saúde. Segundo a pesquisa, leitores são mais saudáveis, empáticos e equilibrados mentalmente.

exercicio

Bem trabalhado o cérebro, cuide de seu corpo. Se você não gosta de academia, coloque na agenda intervalos regulares para exercícios. Dê uma volta na quadra na hora do almoço, escutando música ou podecasts. Levante-se mais cedo e faça ioga, por exemplo, ou algum exercício que te dê prazer.

E, finalmente…

Uma última dica é não ter medo de “tentar, tentar e tentar novamente”. Os empresários vêem o fracasso como parte do caminho para o sucesso e muitos dos nossos principais gurús dos negócios perderam várias vezes e começaram tudo de novo.

Richard Branson é um empresário britânico, o fundador do grupo Virgin. Seus investimentos vão da música à aviação, vestuário, biocombustíveis e até viagens aeroespaciais. Em 2014, segundo a revista Forbes, Branson é o 245.º homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em 4,9 bilhões de dólares.

, , , ,

Deixe um comentário

Onde Está a Crise? – Reflexão para os Gerentes de equipes

Quer seja a sua empresa uma empresa multinacional, uma clínica, um hospital ou qualquer outra empresa ligada á área da saúde. Quer seja você empresário ou funcionário em posição gerencial. Se já não está sendo, em algum momento, essa reflexão será sua aliada.

Dada a grande receptividade ao tema (e a pedidos), vamos abordá-lo novamente, mas desta vez falando um pouco sobre quais premissas são importantes para que, juntas, possam ajuda-lo a nadar na contra mão de um momento de crise. Vamos a elas, logo abaixo.

ilustra070

1ª premissa – Crises passam

Não é a primeira e não será a última vez que você navega em um mar revolto. Nesse momento, guardar energia e saber usar os recursos disponíveis de forma ponderada, é crucial. O Professor Caproni, especialista em Marketing na área da saúde, alerta que crises são como gripes. Se você souber manter seu sistema imunológico forte e saudável, a gripe vem leve e passa rápido. Mas há que se “ler” os sinais do ambiente.

Os animais são naturalmente sábios – porque ursos e alguns outros animais hibernam no inverno? O metabolismo destes animais cai drasticamente, o que lhes permite acumular energia enquanto o inverno castiga. O principio é o mesmo em relação ao seu negócio – tire um tempo para identificar quais áreas estão sendo “ladrões” de dinheiro, quais áreas podem trabalhar mais e melhor. Enxugue as contas e gaste menos. Os investimentos precisam ser saudáveis e a ordem do dia é fazer mais com menos, grande novidade. Guarde a maior reserva de energia possível pra quando o momento da “nevasca” passar.

2ª premissa – Trabalhe o emocional

O maior inimigo de um mau momento é o seu mau humor. O medo de não pagar as contas, o receio de perder clientes, a angústia de ser superado por um concorrente mais ousado, o peso de ter que continuar investindo pra não ficar obsoleto – tudo isso só torna o momento crítico mais pesado. Sem falar que dificulta a elaboração de alternativas.

Acordar na defensiva é a pior forma de começar um dia. E um empreendedor não pode se dar ao luxo de viver na retranca, ou será atropelado pelos que pisam no acelerador. Ter optado por ser um empresário é ter a consciência de que não se pode olhar o futuro, sempre de olho no retrovisor. Não é dado ao empresário o direito de pensar um negócio apenas sob a perspectiva da subsistência. Pensar só no curto prazo garante a comida de hoje, mas jamais garantirá seu futuro – esse é o preço a pagar: a corda bamba.

Também não é prerrogativa do empreendedor viver reclamando, se vitimizando ou pondo a culpa em terceiros. Isso afeta diretamente o clima da empresa. Lembre-se que você é o líder e suas atitudes são observadas o tempo todo pela sua equipe. Líder reclamão e inseguro, sinal vermelho para a equipe. E o pior que poderia acontecer em momentos onde você mais precisa da dedicação das pessoas é justamente uma debandada de talentos por perda de confiança no líder.

Busque alguma atividade que lhe dê prazer ao longo da semana, como uma corrida, um jantar com colegas do tempo de escola, malhação. Ative um hobby há muito esquecido ou adormecido, como a música. São válvulas de escape necessárias para energizar e ajudar a lidar com o dia a dia.

3ª premissa – Trabalhe com alternativas

Momentos de crise geram oportunidades, nem sempre percebidas anteriormente. Onde pode existir um determinado tipo de clientela que não está sendo atendida? Que tipos de parcerias complementares podem ser costuradas para ampliar o foco de atuação? Eu tenho um direcionamento, um nicho que eu atendo e um colega é expert em outro nicho de clientes. Ao invés de vê-lo como concorrente, porque não juntar forças nesse momento?

Planejar é uma atitude conhecida, mas pouco praticada. Reserve tempo para desenhar um plano simples para o seu negócio. Pense no mês, no ano corrente e no ano que vem. Tente cruzar cenários e alternativas viáveis. Tenha plano A, B e C. Não é fácil. Mas se fosse fácil, todo mundo faria…

4ª premissa – converse com seus clientes

Atenção redobrada a esse ponto, profissionais que estão na área da saúde: Quais mensagens desejo passar aos meus atuais e futuros clientes? E por quais meios conseguiria mais atenção por parte deles? Saúde é credibilidade. E em momentos de crise, credibilidade é um patrimônio muito precioso. Não importa o tamanho da sua clínica, consultório ou hospital. Perceba que as grandes corporações, em momentos de recessão, aumentam o investimento para falar com os clientes. Por outro lado, é comum a postura de encolhimento de alguns empresários, de afastamento dos clientes. Neste caso, vale a velha história dos dois camaradas que precisavam fugir de um leão. Enquanto um corria, o outro colocava um par de tênis de corrida. O que corria, pergunta: “- Rapaz, o leão vem vindo e você para pra calçar um par de tênis?? Vamos lá, precisamos correr mais que ele!” ao que o outro responde tranquilamente: “- Errado. Eu não preciso correr mais que o leão, eu preciso correr mais que você”. Calce o tênis. Converse com seus clientes!

5ª premissa – pense no seu time

Quem são as pessoas que você tem no seu time e o que cada uma pode dar para contribuir com esse momento? Avalie cada um minuciosamente, suas atitudes e conhecimentos. Defina se estão na posição certa, dando 100% do que podem dar de empenho pessoal pelo negócio. Reconheça as pessoas empenhadas, as que superam o esperado e que superam a si mesmas. Oriente e conduza as que poderiam render mais, as que se dispersam ou gastam energia de forma pouco efetiva. Ofereça treinamento, desafie com mais perspectivas, mostre o caminho certo. E dê tempo às pessoas – o maior erro que um Gerente pode cometer é simplesmente trocar a pessoa ao menor sinal de problema. Lembre que trocar deve ser sempre a última alternativa e normalmente motivada por questões comportamentais. Demitindo sem um bom critério, você perde uma pessoa que já conhecia o trabalho e terá que investir tempo e dinheiro para prepara outra.

Mostre ao seu time de pessoas os desafios desse momento, o quanto a colaboração e o empenho são importantes e o quanto a mais será exigido de cada um, pelo bem do negócio. Dê a elas metas possíveis de serem atingidas e cobre os resultados.

Finalizando…

O professor de Estratégia da Fundação Dom Cabral Paulo Vicente dos Santos afirmou, durante a Expogestão 2015, ser esse momento o cenário ideal para quem tem liquidez, uma vez que os ativos são vendidos abaixo do valor. Segundo ele, o mundo está passando por uma crise, mas o cenário é bem pior fora do Brasil, o que não tem sido novidade pra ninguém. As empresas continuarão apertando o cinto ao longo de 2015 e 2016, é o mínimo esperado, básico.

Com certeza, estamos vivendo um momento desafiador para todo o empresário. Porém é inegável que a busca por diferenciação alavanca empresas e pessoas, mesmo em momentos de crise. Que o seu negócio possa fazer parte das empresas vitoriosas e que souberam passar por esse momento, como um trem – firme, forte e decidido. Não é o momento de dar ouvidos ao pessimismo, pois a receita não mudou, sabemos o que deve ser feito. Trabalhe mais, entregue mais, comunique mais e gaste menos. E não terá nem tempo de ver a crise…

, , , , , , ,

Deixe um comentário

7ª Medalha de Honra ao Mérito Ministro Aquino Porto

O prêmio é concedido pelo SIMELGO (Sindicato da Indústria Metal Mecânica do Estado de Goiás) como reconhecimento às empresas que contribuíram fortemente para o crescimento do setor metal-mecânico e material elétrico em Goiás, ajudando na alavancagem da economia do estado. 

premio meta hospitalar

O Presidente do Simelgo Orizomar Araújo Siqueira e pelo vice-presidente do Sindicato, Hélio Naves entregam a medalha a Eliane Mello (Diretora Meta) e Kilder Vieira (Diretor Presidente Meta)

O evento aconteceu dia 27 de setembro de 2013 e a Meta Hospitalar, representada por Eliane Regina Ferreira Mello, Diretora da empresa, foi condecorada. O prêmio é também um reconhecimento aos empresários que, com seu espírito empreendedor, ajudaram na geração de empregos, distribuição de renda e consequente crescimento da indústria goiana. Além da Metahospitalar, foram condecorados: José Nicácio Pacheco, Luigi Tucci, Múcio Bonifácio Guimarães, Nelson Aníbal Lesme Orué, Setembrino Mastrela e Sullivan Fernandes Rosa. Pessoas de bem que apostam no crescimento de suas atividades empresariais com gestão eficiente, investimento em novas tecnologias e valorização de pessoal.

Simelgo condecora-os com a Medalha de Honra ao Mérito Ministro Aquino Porto, homenagem que rendemos ao grande patrono da indústria goiana, por ter sido o empresário que mais se empenhou para mudar o perfil da economia goiana nos anos 70, 80 e 90. Dentre outras atividades, Aquino Porto foi presidente da FIEG por 33 anos, homem respeitado no cenário político e Ministro do Superior Tribunal do Trabalho.

A Comenda foi entregue pelo presidente do SIMELGO, Orizomar Araújo Siqueira e pelo vice-presidente do Sindicato, Hélio Naves. A festa foi no salão nobre do Clube Antônio Ferreira Pacheco, na presença de autoridades e vários líderes classistas, entre eles o Presidente da FIEG, Pedro Alves de Oliveira. Veja fotos abaixo

eliane mello -  meta

Eliane Mello, Diretora da Meta Hospitalar

Fonte: Simelgo

, , , ,

Deixe um comentário

Cata Moedas – inovação com sucesso garantido

O empresário Victor Levy, catarinense, voltava pro Brasil de um período sabático de três anos viajando pelo mundo, quando no aeroporto parou pra tomar um café com pão de queijo. No Caixa, a atendente não tinha moedas pra dar de troco. Veio o “lampejo” que precisava para entrar em ação o visionário. Muitas histórias e pesquisas depois, Levy criou a empresa Cata Moedas. Máquinas instaladas em pontos comerciais de grande movimento recebem moedas e devolvem ao depositante um cupon com o valor acrescido de um bônus de 5%. O valor é para ser gasto no estabelecimento onde a máquina está. A pessoa ainda pode optar em doar o bônus a uma instituição de caridade escolhida pelo lojista.

Victor Levy - 27% das moedas não circulam

Victor Levy e o pulo do gato – 27% das moedas não circulam

Leia o resto deste post »

, , , , ,

2 Comentários

Madison – empresária (e milionária) aos 15 anos

madison

Madison – 15 anos e o primeiro milhão vendendo chinelos

Quando tinha 8 anos, Medison Robinson, uma menina americana do Texas, desenhava. Como qualquer criança de 8 anos faz. Hoje, com 15 anos, Medison tem um site onde vende seus chinelos. E acaba de fazer seu primeiro milhão de dólares, por meio de um contrato com as cadeias de lojas Macy’s e Nordstrom. Detalhe, este negócio ela levantou sozinha. No site, seus chinelos (ou desnhos) viraram livros e brinquedos, também oferecidos pra venda.Fazia desenhos que mostravam sua paixão por peixes, natação e pesca. Pensou em colocar os desenhos em chinelos, outra paixão. Com a ajuda dos pais, seus desenhos viraram uma linha de chinelos, com a marca criada também por Medison: Fish Flops. Vendidos a 25 dólares o par, vem com a seguinte mensagem:  “Eu sempre fui adepta aos flip-flops. Em 2006, eu tive a idéia de criar uma marca de chinelos que combinam o meu amor por natação, pesca, e desenho. Chamei-os de FishFlops ®. Compartilhei minha ideia com muitos dos meus amigos e familiares, todos gostaram. Então percebi que tinha criado algo muito especial. Eu espero que, ao usá-los e compartilhá-los, também façam você sorrir! ”

Ok, difícil acreditar que não haja um bom suporte dos pais aí. Que ótimo, a família é a primeira linha de defesa de um adolescente com boa cabeça. Gente, a menina tem 15 anos. Antes de pensar se vale à pena apostar em boas idéias, enfrentar as dificuldades e correr os riscos, lembre da Medison. Acesse o site da menina e veja com seus próprios olhos: http://www.fishflops.com/index.php

fonte: site infomoney

, , , , ,

1 comentário

%d blogueiros gostam disto: