Posts Marcados informação

Brasileiros são os que mais se socorrem no “Dr. Google”

O Google realizou uma pesquisa reveladora: 26% dos brasileiros, ao se depararem com um problema de saúde, recorrem ao “Dr. Google” antes de procurarem um médico. A pesquisa revela que o Brasil foi o país onde as buscas referentes à saúde mais cresceram nos últimos anos, mais até do que em outras categorias. Pesquisas em saúde cresceram 17,3%, muito mais do que cuidados com o cabelo ou maquiagem, por exemplo.

Esse movimento se deve ao fato de que 70% dos brasileiros não tem plano de saúde, o que torna o acesso à informação via web o recurso mais fácil de obtenção de prováveis “diagnósticos”. Ao mesmo tempo que a população se sente incluída com tanta informação, essa atitude traz “efeitos colaterais” importantes e perigosos: as pessoas acabam lançando mão de soluções sem a devida orientação profissional. Surgem também os “cibercondríacos” um estado de obsessão onde a pessoa adota o pensamento fixo de que, com base nas informações da web, pode estar com alguma doença grave.

Para especialistas do Google, a melhor maneira de combater a desinformação pelo excesso de informações sobre saúde é a produção de conteúdo de qualidade. Quanto mais profissionais médicos publicam, em linguagem simples e com base em evidências, informações esclarecedoras, menores as chances de o paciente se intoxicar com má informação.

Justamente com o objetivo de informar com qualidade, Rodrigo Calil, ortopedista, associou-se a outros dois colegas e abriu um canal no Youtube chamado Doutor Ajuda! Com mais de 350 mil inscritos, o canal fala de diagnósticos básicos do dia a dia, sempre reforçando que os vídeos não dispensam a procura por um médico.  

O Conselho Regional de Medicina alerta que buscar informações requer que as informações sejam sempre checadas quanto à fonte e à veracidade. E ressalta que é papel do médico estabelecer e ampliar a relação de confiança sólida com o paciente. Na busca de mais qualidade de informação, o Google tem realizado parcerias na elaboração de conteúdo, com mais de 1000 verbetes organizados em conjunto com o Hospital Albert Einstein e a Fio Cruz.

Fonte: Adaptado do texto de O Estado de S. Paulo – (10|Feb 2019/ Fabiana Cambricoli)

, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

CNN Brasil passa a operar a partir do final de 2019

O empresário Rubens Menin, Presidente do Conselho da MRV Engenharia, licenciou a marca da americana CNN, canal americano de notícias, que pertence ao Grupo Turner. Com sede prevista para São Paulo e sucursais no Rio de Janeiro e em Brasília, a CNN Brasil, assim como ocorre com o canal nos EUA, “não terá nenhuma relação como governo, e sim com o Brasil”, declara Menin (nos EUA, a CNN faz oposição ao governo de Donald Trump).

Serão contratados 800 profissionais, metade destes, jornalistas e a Presidência da empresa ficará com Douglas Tavoro, executivo do mercado, com 15 anos de experiência na rede Record. Távoro foi o biógrafo de Edir Macedo.

Nos próximos meses que antecedem a abertura oficial da empresa, diversas atividades preparatórias serão realizadas, tais como infraestrutura, marketing e treinamento dos profissionais contratados.

Fonte: Valor Econômico

, , , , , ,

Deixe um comentário

Distribuidores de remédio projetam crescimento em 2013

A maior parte das empresas (36,4%) tem a expectativa de registrar crescimento de 11% a 20% este ano

Dayanne Souza, Estadão (matéria na íntegra)

remedios

São Paulo – Distribuidores de medicamentos esperam um crescimento de vendas de dois dígitos para o setor em 2013,segundo projeções da Associação Brasileira dos Distribuidores de Laboratórios Nacionais (Abradilan) coletadas junto a associados.

A maior parte das empresas (36,4%) tem a expectativa de registrar crescimento de 11% a 20% este ano. A Abradilan tem 128 associados que, segundo a entidade, atendem 77% das farmácias e drogarias do País. Um grupo menor de empresas distribuidoras (24,60%) projetou um crescimento de até 30% e outros 30,3% dos empresários ainda acreditam num crescimento acima de 30% no ano.

Em 2012, de acordo com o diretor executivo da entidade, Geraldo Monteiro, os distribuidores registraram crescimento de 29%. Apesar de mais cautelosas, as previsões para este ano são consideradas positivas pelo dirigente. Ele destacou que deve continuar o ritmo de expansão do último ano, acompanhando as previsões de alta nas vendas do varejo farmacêutico.

A entidade que representa o varejo, a Abrafarma, espera crescimento de 16% nas vendas em 2013, número igual ao registrado em 2012.

, , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: