Posts Marcados remédios

Anvisa muda regra para compra de medicamento similar

marca e similarRemédios equivalentes poderão ser comprados no lugar de remédios de marca

Medicamentos similares poderão ser comprados no lugar do medicamento de marca indicado na receita médica a partir de janeiro. A prerrogativa, até agora restrita para genéricos, foi definida numa resolução aprovada nesta quinta-feira pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O texto determina que remédios similares, agora chamados equivalente, terão de trazer na bula a frase “este medicamento é equivalente ao de referência.” As empresas terão até um ano para fazer a mudança na bula.

A proposta aprovada nesta quinta-feira (9) é bem diferente da que foi apresentada em janeiro, quando o texto começou a ser discutido. O formato previa que o remédio equivalente teria de ter uma embalagem própria, com a inscrição EQ e preços pelo menos 35% inferiores do que os remédios de referência. Diante das críticas apresentadas pelo setor, a Anvisa mudou as regras.

De acordo com o presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, em alguns casos, medicamentos similares têm descontos superiores aos 35%, já há uma ampla concorrência. Fomos alertados sobre o risco de fazer um tabelamento pelo teto.

Remédio indicado na receita poderá ser substituído

Além da alteração na bula, farmácias passarão a apresentar, no balcão, listas para que o consumidor possa consultar o nome do medicamento de referência e o seu equivalente para então fazer a escolha de compra. Até o fim deste ano, todos os medicamentos considerados similares têm de apresentar testes que demonstrem que eles são equivalentes aos de referência, chamados de bioequivalência e biodisponibilidade.

Esses testes já são cobrados para medicamentos genéricos. A maior parte dos similares já cumpriu essa etapa. Atualmente, somente genéricos podem substituir receitas de remédios de marca, a chamada intercambialidade. A lei que criou genéricos, no entanto, exigiu que até o fim deste ano, todos similares deveriam cumprir o mesmo processo.

Apesar da mesma qualidade, remédio de marca custa até 4 vezes mais que genérico. A regra, no entanto, já funciona na prática, porque é raro postos de venda exigirem a apresentação da receita médica para medicamentos de tarja vermelha. Maior rigor na venda ocorre apenas para os remédios controlados.

— Isso precisa mudar. Há um sentimento da indústria, atacado e varejo que o respeito pelas tarjas ocorra de fato.

Ele informou que, por solicitação de integrantes do próprio setor, o mesmo grupo de trabalho formado para discutir a intercambialidade passe a debater, a partir de agora, novas regras para as tarjas de medicamentos. A discussão já é feita na Anvisa. “Ela agora vai envolver mais atores e com a participação do ministério”, disse Barbano.

fonte: R7 matéria na íntegra.

, , , ,

1 comentário

Anvisa vai mudar regras para nomes de remédios

Resolução tem como principal objetivo criar estratégias para reduzir a confusão no momento da compra de remédios

Brasília – As regras para nomes comerciais de medicamentos vão mudar. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve votar dentro de duas semanas o texto da nova resolução, que tem como principal objetivo criar estratégias para reduzir a confusão no momento da compra de remédios.

medicines

Leia o resto deste post »

, , , , , ,

Deixe um comentário

Nova farmacêutica disputará mercado de R$ 15 bilhões

A MIP Brasil Farma, de Omilton Visconde Jr., estreou na semana passada com planos de faturar até R$ 70 milhões em três anos

Mônica Scaramuzzo – O Estado de S.Paulo

MIP brasilPensar pequeno não faz parte da cartilha de Omilton Visconde Júnior. Tradicional empresário do setor farmacêutico, ele tem um talento nato para transformar seus negócios em grandes fortunas. Assim foi com a Biossintética, laboratório criado por seu pai nos anos 80 e vendido em 2005 para o grupo Aché. O mesmo aconteceu quando ele próprio criou a Segmenta, uma pequena empresa produtora de soros, que depois foi vendida a peso de ouro para a Eurofarma, e a Prevsaúde, companhia de gestão de benefícios de medicamentos, uma das pioneiras no País, que foi parar nas mãos da Orizon, do grupo Visanet.

Agora, a nova aposta do empresário é a MIP Brasil Farma. A recém-criada farmacêutica está em operação desde a semana passada para atuar no segmento de medicamentos isentos de prescrição, um polpudo mercado que movimentou cerca de R$ 15 bilhões no ano passado. Para comandar a companhia, Visconde Jr. chamou Wolney Alonso, executivo com 20 anos de experiência no setor e seu sócio de longa data em alguns de seus empreendimentos, como a Segmenta e a Entregga, consultoria voltada para a área de saúde.

Leia o resto deste post »

, , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Distribuidores de remédio projetam crescimento em 2013

A maior parte das empresas (36,4%) tem a expectativa de registrar crescimento de 11% a 20% este ano

Dayanne Souza, Estadão (matéria na íntegra)

remedios

São Paulo – Distribuidores de medicamentos esperam um crescimento de vendas de dois dígitos para o setor em 2013,segundo projeções da Associação Brasileira dos Distribuidores de Laboratórios Nacionais (Abradilan) coletadas junto a associados.

A maior parte das empresas (36,4%) tem a expectativa de registrar crescimento de 11% a 20% este ano. A Abradilan tem 128 associados que, segundo a entidade, atendem 77% das farmácias e drogarias do País. Um grupo menor de empresas distribuidoras (24,60%) projetou um crescimento de até 30% e outros 30,3% dos empresários ainda acreditam num crescimento acima de 30% no ano.

Em 2012, de acordo com o diretor executivo da entidade, Geraldo Monteiro, os distribuidores registraram crescimento de 29%. Apesar de mais cautelosas, as previsões para este ano são consideradas positivas pelo dirigente. Ele destacou que deve continuar o ritmo de expansão do último ano, acompanhando as previsões de alta nas vendas do varejo farmacêutico.

A entidade que representa o varejo, a Abrafarma, espera crescimento de 16% nas vendas em 2013, número igual ao registrado em 2012.

, , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: