Posts Marcados spyglass

Dr. Tomazo Franzini – aprovado em sua Tese de Doutorado.

Texto na íntegra do dite da SOBED

tomazo

No último dia 6 de dezembro, Dr. Tomazo Franzini, diretor de sede da SOBED, apresentou sua defesa de tese de doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Após muita dedicação no desenvolvimento da experiência nacional com o dispositivo SpyGlass (Boston Scientific), o resultado não poderia ter sido outro: aprovado. A atividade aconteceu no Anfiteatro Farmacologia, da  FMUSP, e foi prestigiada por diversos médicos de São Paulo e outros estados, como os Drs. Ramiro Mascarenhas, Sylon Ribeiro de Brito Junior, Antônio Carlos Conrado, Edvaldo Fraga e Olympio Meirelles.

tomazo-2

Tomazo Franzini teve como orientador o professor Eduardo Guimarães Hourneaux de Moura e o tema escolhido para tese foi “Colangioscopia de operador único versus papilotomia associada à dilatação ampla da papila no tratamento dos cálculos biliares complexos: estudo clínico randomizado”. A aprovação foi concedida pela renomada banca: Prof. Adhemar Pacheco Jr., Prof. André Montagnini, Prof. Paulo Sakai e Prof. Marcelo Ribeiro Jr.

, , , , ,

Deixe um comentário

SpyGlass chega no Hospital de Clínicas de São Paulo

alexandre cruz

Alexandre Cruz – SpyGlass trará mais segurança e precisão na visualização da via biliar

Novo dispositivo será utilizado em estudo inédito sobre diagnóstico de vias biliares

O departamento de Endoscopia do Hospital de Clínicas de São Paulo recebeu à poucos dias o primeiro SpyGlass do Brasil. Dispositivo pesquisado, fabricado e comercializado pela Boston Scientific, está presente em mais de 600 hospitais e clínicas de endoscopia no mundo e é considerado como a maior e mais exclusiva inovação em visualização direta das vias biliares.

Segundo Alexandre Cruz, Diretor da Divisão de Endoscopia da Boston Scientific no Brasil, o SpyGlass é um importante complemento aos procedimentos de endoscopia. “Com SpyGlass o medico endoscopista passa a ter acesso direto as vias biliares, atuando com muito mais precisão e segurança, tanto em procedimentos diagnósticos como terapêuticos, além de reduzir a dependência da radioatividade.”

O dispositivo encaminhado ao HC de São Paulo será utilizado exclusivamente no desenvolvimento de um protocolo com dois braços distintos: Retirada de cálculos grandes via dilatação da papila (DASE) e Litotripsia Hidráulica via SpyGlass. O estudo, com duração aproximada de 1 ano, contará com 20 pacientes em cada “braço” e será coordenado pelo Doutor Eduardo Moura (Diretor Técnico do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital de Clínicas de São Paulo) e pelo Doutor Tomazo Franzini (Endoscopista Assistente do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital de Clínicas de São Paulo).

Leia o resto deste post »

, , , , , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: