Posts Marcados sus

Anvisa aprova primeiro remédio via oral contra hepatite C

Pacientes brasileiros contam apenas com tratamentos injetáveis. Ministério da Saúde deve incorporar droga ao SUS

vejaJá utilizado em outros países, o declatasvir tem maiores porcentuais de cura e menos efeitos colaterais do que os atuais, que são injetáveis. O tempo de tratamento também é menor — três meses com o medicamento via oral, ante nove meses dos injetáveis.

Em outubro de 2014, o Ministério da Saúde já havia informado que pediu prioridade à Anvisa para a análise de três medicamentos via oral para a doença: , daclatasvir, sofosbuvir e simeprevir. Apenas declatasvir está recebendo a aprovação, anunciada nesta semana. Os demais terão a autorização emitida posteriormente.

A estimativa do Ministério da Saúde é de que, após aprovados pela Anvisa e incorporados ao SUS, os novos medicamentos beneficiem 60 000 pacientes da rede pública nos próximos dois anos.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. Ele adiantou que, registrado o medicamento, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) avaliará o uso na rede pública, o que pode demorar até seis meses.

A doença — O vírus da hepatite C pode ser transmitido por meio da transfusão de sangue, pelo compartilhamento de material para uso de drogas ou de higiene pessoal, como lâminas de barbear e depilar, além de alicates de unha e objetos usados em tatuagens, por exemplo. Estima-se que a doença afete entre 1,4% e 1,7% dos brasileiros, a maioria acima de 45 anos de idade.

fonte: Veja online e EBC Agência Brasil

, , , , , , ,

Deixe um comentário

SUS distribui novos medicamentos contra o HIV

Novos medicamentos contra a aids serão distribuídos a partir desta semana no SUS

Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil Edição: Marcos Chagas (matéria na íntegra)

Duas novas formulações de medicamentos para pacientes com aids começam a ser distribuídas esta semana pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A estimativa do Ministério da Saúde é que 135 mil pessoas em tratamento para a doença sejam beneficiadas.

fotoNot_2029_9508

Leia o resto deste post »

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Padilha anuncia incentivo de 50% para santas casas

Incentivos pagos por atendimentos de média e alta complexidade subirão de 25% para 50%. Santas casas e filantrópicas respondem por 41% das internações no SUS

O Ministério da Saúde anunciou na quinta-feira (31) medidas de fortalecimento para as santas casas e hospitais filantrópicos do País, responsáveis por 41% das internações do Sistema Único de Saúde (SUS). O governo quer ampliar o atendimento de pacientes do SUS nessas instituições.

Será ampliado de 25% para 50% o incentivo pago às santas casas e entidades filantrópicas pelos atendimentos de média e alta complexidade, como exames e cirurgias. O incentivo é um bônus pago sobre o valor total do procedimento médico. O bônus vai direcionar R$ 1,7 bilhão para as instituições em 2014.

tn_620_600_santa_casa_110213 Leia o resto deste post »

, , , ,

Deixe um comentário

Hospital Montenegro (RS) 100% SUS – Uma bela história de um futuro ainda melhor

MONTENEGRO 2O gestor que trabalha com recursos públicos, em qualquer esfera, deve ter como premissa irrevogável prestar contas permanentemente a quem custeia estes recursos, ou seja, a sociedade. Ser transparente com as receitas e despesas no que tange a verba pública nada mais é que uma obrigação de quem também serve a entidades privadas que dependem de recursos desta natureza.

O Hospital Montenegro, da cidade do mesmo nome no Rio Grande do Sul, um dos mais emblemáticos da nossa representada METAHOSPITALAR do Estado, é um dos exemplos mais bem lapidados desta postura. O HM trata-se de uma entidade privada de caráter filantrópico, mantido com recursos públicos. Especialmente neste novo momento iniciado em 2012, onde os atendimentos “100% SUS” garantem o total e exclusivo repasse público à entidade. Leia o resto deste post »

, , , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: